Arquivo de Etiquetas: antioxidantes

Benefícios dos alimentos vermelhos

alimentos vermelhos

As cores dos alimentos conferem-lhes propriedades nutricionais específicas. Neste artigo, vamos conhecer especificamente os alimentos vermelhos e os benefícios que estes trazem à saúde.

Ao consumirmos alimentos de cores variadas estaremos a fornecer ao organismo todos os nutrientes de que ele necessita. Por isso, é importante que as refeições sejam coloridas, de preferência com de todas as cores. Normalmente, quanto mais forte e escura é a cor do alimento, maior é a quantidade de nutrientes – um espinafre, por exemplo, contém 8 vezes mais vitamina C do que uma alface.

Os alimentos vermelhos caracterizam-se por terem muitos benefícios para a saúde, dada a sua grande qualidade nutricional. Este grupo é rico em licopeno, uma substância antioxidante que confere a cor avermelhada aos alimentos; quando absorvido pelo organismo, combate os radicais livres e retarda o envelhecimento. Os nutricionistas indicam que o consumo diário de uma quantidade pequena de alimentos vermelhos ou avermelhados garante a dose de licopeno de que o organismo necessita – essa quantidade é representada, por exemplo, por um tomate, três cerejas ou três amoras.

Benefícios e Propriedades Nutricionais do Tomate

benefícios do tomate

Uma das hortaliças mais consumidas em todo o mundo é o tomate, cujas propriedades nutricionais ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, sendo um antioxidante natural de excelência.

A introdução do tomate na Europa deu-se em meados do século XVI, a partir do México. As primeiras espécies foram designadas pomodoro pelos italianos, pois eram amarelas, fazendo lembrar maçãs douradas.

O tomate é composto principalmente por água, contendo cerca de 14 kcal por 100 gramas. O seu consumo é recomendado pelos nutricionistas, sobretudo devido às excelentes propriedades antioxidantes que possui.

Conheça os aditivos alimentares

aditivos alimentares

Os aditivos são substâncias ou misturas destas, que podem ter ou não valor nutritivo e que são intencionalmente adicionadas aos alimentos com a finalidade de impedir alterações, manter, dar ou intensificar o seu aroma, cor e sabor, modificar ou manter o seu estado físico, desde que não prejudique o seu valor nutritivo.

A maioria dos alimentos tem um ou vários aditivos “E” na sua composição. Embora conotados negativamente, nem todos eles são maléficos para o organismo. Por exemplo, E300 é a indicação dada para o ácido ascórbico (vulgo vitamina C), E-160b nada mais é do que licopeno, um poderoso antioxidante benéfico para a saúde da próstata e o E150 é um corante natural tão simples como o caramelo.

Os aditivos alimentares (E) agrupam-se nas seguintes categorias:

Ação dos Antioxidantes numa Alimentação Saudável

Antioxidantes naturais

Uma alimentação saudável pressupõe que seja equilibrada e rica em determinados componentes, como os antioxidantes. Para tal, devemos respeitar cada setor da pirâmide alimentar, dando preferência à qualidade e não à quantidade.

Todas as células que constituem o organismo gastam energia para as suas funções, convertida dos nutrientes ingeridos, por um processo de combustão. Durante este processo, para produzirem energia a partir dos nutrientes, as células libertam radicais livres e estes, quando libertados, são extremamente prejudiciais ao organismo. Mas não temos estruturas interiores ou órgãos capazes de os eliminar ou atenuar; para conseguirmos proteger o nosso organismo dos radicais livres, devemos fazer uma alimentação saudável e rica em antioxidantes, pois são eles que, além de ajudarem a extinguir o excesso de radicais livres, estimulam o sistema imunitário e aumentam a nossa resistência às infeções.

Há dois tipos de antioxidantes:

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Selénio

nutrientes - selénio

O selénio é um nutriente com várias funções no organismo, das quais se destacam a participação na síntese de hormonas tiroidianas, a ação antioxidante e o auxílio a enzimas que dependem dele para terem um bom funcionamento.

A quantidade ideal de ingestão de selénio para adultos é de 55 microgramas por dia. Salmão, castanha de caju e carnes são boas fontes deste nutriente.

Confira a quantidade do mineral que alguns alimentos oferecem: