Arquivo de Etiquetas: tensão arterial

Genes que influenciam a tensão arterial

genes que influenciam a tensão arterial

Foram identificadas oito variantes de genes associados à tensão arterial e à hipertensão.

O estudo mundial que conduziu a esta descoberta foi feito com a colaboração de mais de 190 mil mulheres, confirmando que alguns dos mecanismos mais importantes que influenciam a tensão arterial estão relacionados com o controlo dos níveis de sal e o diâmetro das artérias.

A médio prazo, esta pesquisa permitirá identificar enzimas terapêuticas para medicamentos que poderão ajudar a controlar a hipertensão e, segundo um dos investigadores, poderão ainda vir a ser desenvolvidos tratamentos personalizados.

Alimentação Saudável ajuda a prevenir a hipertensão

prevenir a hipertensão

A hipertensão arterial, confirmada como um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares, está associada a doenças como o acidente vascular cerebral, a angina de peito, o enfarte do miocárdio, a insuficiência cardíaca e a insuficiência renal.

“Todos os adultos devem medir a sua tensão arterial uma ou duas vezes por ano. Aqueles que registam valores elevados (acima de 140 para a máxima e 90 para a mínima) devem repetir as medições uma ou duas vezes por mês e, se os valores se mantiverem, devem consultar o seu médico. É importante que as pessoas fiquem a saber que a tensão alta não se manifesta através de sintomas concretos, só através da medição é que se sabe que ela está alta”, refere Paula Alcântara, secretária-geral da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH).

Ao circular nas artérias, o sangue exerce pressão nas paredes destas, e “quando essa pressão ultrapassa determinados limites (140/90 mmHg) chama-se hipertensão”, explica a responsável da SPH, salientando que “existem múltiplos fatores que podem desencadear a doença. Os fatores genéticos e o envelhecimento não são controláveis, mas existem também fatores ambientais que contribuem para o desencadear da doença, tais como a ingestão excessiva de sal, o excesso de peso e o sedentarismo, que podemos controlar, mudando os nossos hábitos de vida”. Uma alimentação saudável é, pois, fundamental para evitar situações de risco…