Arquivo de Etiquetas: saúde diabetes

Diagnóstico e Tratamento da Diabetes

diagnóstico e tratamento da diabetes

A diabetes é uma doença de alta incidência a nível mundial. Apesar das suas graves consequências para a saúde, uma vez feito o diagnóstico, é uma doença que pode ser controlada.

No entanto, a adesão ao tratamento da diabetes não atinge níveis satisfatórios para um controlo atempado da doença. A retinopatia diabética é um exemplo das implicações que a diabetes pode ter na saúde, podendo mesmo causar cegueira.

São vários os fatores que contribuem para os diabéticos não adiram a um tratamento devido e atempado da doença, entre os quais se destacam os de ordem demográfica, psicológica e social. Poderemos enumerar causas como o baixo nível de educação, pouca consciencialização da doença e das suas complicações, falta de empenho no tratamento, ausência de sintomas, ansiedade, depressão, stresse e conflitos familiares.

Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

A diabetes é a doença com crescimento mais rápido no Mundo, com 230 milhões de pessoas já afetadas. Embora tendamos a pensar o contrário, a diabetes não é um problema dos outros, mas sim de todos nós! O risco de desenvolver diabetes durante a vida é de 33% nos homens e de 39% nas mulheres.

A diabetes é a primeira causa, a nível mundial, de doenças do coração, derrame cerebral, cegueira, afeção grave de rins e amputação dos membros inferiores…

Mas em que consiste esta doença, ao certo?
O problema da diabetes é basicamente este: excesso de açúcar (glicose) no sangue. A glicose é a nossa fonte principal de energia, que deriva dos hidratos de carbono que ingerimos e é absorvida pelas nossas células com a ajuda da hormona insulina; se o nosso organismo tiver um problema de insulina, a glicose não é absorvida. Há várias razões para isto acontecer: em algumas pessoas, o pâncreas deixa de produzir insulina, o que origina a diabetes tipo 1. Mas na maior parte das pessoas com diabetes, o corpo tem dificuldade em processar a insulina que o pâncreas produz: é a diabetes tipo 2.

Benefícios do exercício físico para a saúde

benefícios do exercício físico

Fatores diversos do mundo moderno (stress, alimentação inadequada, falta de tempo e disposição…), aliados a outros de vária ordem, levam a um elevado grau de sedentarismo e ao desinteresse pela prática de desporto e exercício físico, o que compromete a saúde e bem-estar geral.

Adotar uma alimentação equilibrada ou evitar maus hábitos alimentares não são medidas suficientes para prevenir certas doenças, sendo necessário incluir na rotina diária e/ou semanal a prática desportiva, que tem muitos benefícios para a saúde. Para todas as doenças há um exercício que ajuda no seu tratamento e prevenção.

Apresentamos-lhe uma lista com diversas doenças ou distúrbios de saúde e a atividade desportiva mais adequada para cada um:

A Diabetes tem cura?

A Diabetes tem cura

Está em curso um esforço combinado para descobrir a cura da diabetes tipo 1, que poderá acontecer dentro dos próximos 10 a 15 anos.

Entretanto, a atenção concentra-se em travar a doença nos casos recentemente diagnosticados. O Dr. Greg Fulcher, do Sydney’s Royal North Shore Hospital, adianta: «Estamos a tentar experimentar modular o sistema imunitário de modo que a doença não avance até à destruição final do pâncreas.»

O outro caminho é tentar recriar a capacidade do organismo para fabricar a insulina, por exemplo, fazendo um transplante do pâncreas ou das células que produzem a insulina. A investigação sobre as células estaminais traz também uma esperança de que estas células possam ser criadas em laboratório.

Mitos e Verdades sobre Dietas e Alimentação

dietas e alimentação

Apesar da informação amplamente divulgada hoje em dia, os mitos sobre alimentação parecem ganhar cada vez mais peso na vida das pessoas.

A American Dietetic Association inventariou uma série de mitos que passaram a ser considerados verdade de tanto serem defendidos:

MITO 1
As frutas e verduras frescas são mais saudáveis que as congeladas ou enlatadas.
Pesquisas científicas demonstraram que os alimentos congelados e enlatados são tão nutritivos como os frescos. Um facto curioso é que o organismo absorve melhor o licopeno presente no tomate quando este é processado.