Arquivo de Etiquetas: regime alimentar

Tudo sobre as gorduras alimentares

gorduras alimentares

As gorduras, contrariamente ao que vulgarmente se pensa, não são nocivas para o nosso organismo. Elas são, aliás, um componente essencial para o nosso corpo, desempenhando um papel importante:

  • No funcionamento das células
  • Na síntese e função das hormonas
  • Na composição de secreções e das células nervosas.

Por isso, o consumo de gorduras não deve ser eliminado ou restringido mas sim aprimorado no que diz respeito à qualidade. Para fazer uma selecção cuidada das gorduras a incluir no nosso regime alimentar diário, temos de as conhecer, a fim de sabermos diferenciar as boas daquelas que são nocivas ao organismo.

Propriedades nutricionais da Quinoa

benefícios da quinoa

A quinoa (também designada quinua) é uma planta originária da Colômbia, Peru e Chile, da qual se extrai um grão usado na alimentação que, juntamente com o milho e a batata, era a base do regime alimentar durante o Império Inca. No que se refere às propriedades nutricionais, a quinoa não contém glúten e é muito rica em proteína, zinco e ferro, tendo, por isso, uma ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória.

A proteína presente na quinoa tem um alto valor biológico, contendo os 20 aminoácidos essenciais para o funcionamento do organismo. Entre eles, destacam-se a metionina e a lisina, que reforçam o sistema imunológico, a capacidade de aprendizagem e a memória, sendo por isso um alimento excelente para crianças e idosos. É ainda uma boa fonte de triptofano, aminoácido ligado à produção de serotonina no cérebro, responsável pelo humor, pela disposição e bem-estar.

A quinoa tem ainda um alto teor de fibras, que favorecem o funcionamento do intestino e prolongam a saciedade, além de ajudarem no controle dos níveis de colesterol, glicemia e triglicerídeos no sangue. É por isso que a quinoa pode ser um grande aliado para emagrecer com saúde e prevenir doenças.

Escolha os alimentos e controle as calorias

dieta saudável

O termo dieta, por definição, refere-se ao que uma pessoa come ou bebe durante o dia. Nunca devemos esquecer que a dieta ideal é aquela que contempla os nossos gostos e inclui uma ampla variedade de alimentos com calorias e nutrientes suficientes para nos assegurar uma boa saúde.

Dietas que, para promover a perda de peso, limitam as porções a uma quantidade mínima ou excluem completamente alguns alimentos, podem não ser eficientes a longo prazo. Seguindo este tipo de dieta, ficamos mais propensos a sentir falta de algumas comidas e achar difícil de seguir por muito tempo esse regime alimentar.

É útil alterar gradualmente os tipos e quantidades de alimentos que ingerimos e manter essas mudanças para o resto da vida. A quantidade e qualidade do que comemos desempenham um papel importante no nosso peso. Então, ao planear uma dieta alimentar, devemos considerar os seguintes aspetos:

Dicas úteis sobre os Hidratos de carbono

hidratos de carbono

Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do corpo humano. Este nutriente tem como unidade básica a glucose, o monossacarídeo utilizado exclusivamente pelo cérebro, pelo fígado, pelos rins e pelos glóbulos vermelhos. Os hidratos fornecem aproximadamente 4 kcal/g.

Quando se inicia uma dieta de emagrecimento, a principal tendência é cortar no pão, no arroz, na massa, entre outros hidratos. Mas esta opção não é a mais correta, pois os hidratos de carbono são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Dicas úteis:

Siga uma Dieta Saudável e Controle o Stresse

dieta saudável sem stresse

O stresse afeta a maioria das pessoas e é um dos piores inimigos da saúde, conduzindo a uma dieta desequilibrada e pobre em nutrientes. Comer sempre que algo corre mal aumenta a nossa secreção de cortisol, uma hormona que favorece o aumento de peso e a retenção de líquidos.

Seguir uma dieta de emagrecimento é um processo que pode originar stress ou uma certa ansiedade. Mas, com um pouco de disciplina e força de vontade, é possível emagrecer sem stress. O segredo está na adoção gradual de hábitos alimentares saudáveis, não querendo atingir os objetivos em poucos dias. Uma dieta demasiado restritiva e curta só vai desencadear ansiedade  e uma grande sensação de frustração, pois não é fácil eliminar drasticamente alimentos saborosos do regime alimentar, cortar no açúcar, na gordura e nos refrigerantes, além de controlar rigorosamente as horas de cada refeição.

Quando estamos sujeitos ao stress, o tipo de alimentação tende a ser nutricionalmente mais pobre e mais calórico. A ansiedade associada ao stress, stress leva-nos a comer compulsivamente alimentos ricos em gorduras e açúcares que nos fazem engordar e que pouco (ou nada) beneficiam a nossa saúde.