Arquivo de Etiquetas: nutrientes

Dicas úteis sobre os Hidratos de carbono

hidratos de carbono

Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do corpo humano. Este nutriente tem como unidade básica a glucose, o monossacarídeo utilizado exclusivamente pelo cérebro, pelo fígado, pelos rins e pelos glóbulos vermelhos. Os hidratos fornecem aproximadamente 4 kcal/g.

Quando se inicia uma dieta de emagrecimento, a principal tendência é cortar no pão, no arroz, na massa, entre outros hidratos. Mas esta opção não é a mais correta, pois os hidratos de carbono são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Dicas úteis:

Alimentos que estimulam o bronzeamento

alimentos que estimulam o bronzeamento

Um corpo escultural e uma pele bonita e bronzeada são o sonho de qualquer mulher. No verão estas são preocupações frequentes, no dia-a-dia de qualquer um. Sabia que pode deixar todas as outras mulheres ruídas de inveja, se comer os alimentos certos?

A nossa pele é constituída por duas camadas, a epiderme e a derme. Os alimentos que nós ingerimos são transformados em nutrientes, através do sistema digestivo e posteriormente passam para o sistema sanguíneo, onde são absorvidos e utilizados nas mais variadas tarefas do nosso corpo. Como tal, alguns dos nutrientes que ingerimos atuam na epiderme e na derme, formando mesmo uma barreira protetora contra os raios solares. Os alimentos que estimulam a produção de melanina são os que devem ser consumidos para estimular o bronzeado, uma vez que a melanina é o pigmento que dá a cor à nossa pele.

Se quer ajudar a manter a sua pele bronzeada, de forma natural e sem esforço, deve incluir no seu regime alimentar alimentos de coloração avermelhada, alaranjada e esverdeada, uma vez que são bastante ricos em betacaroteno e licopeno, que são os principais responsáveis pela formação de melanina. Alguns destes alimentos são: melancia, manga, mamão, abóbora, cenoura, beterraba, tomate, laranja, pimentão, ervas que contêm clorofila, morango, goiaba vermelha, framboesa e cereja. É de salientar que estes alimentos apenas ajudam a aumentar o seu bronzeado e não mudam o seu tom de pele do dia para a noite, pois a capacidade de bronzeamento é muito variável, de pessoa para pessoa, tem a ver com a informação genética carregada por cada um.

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Fósforo

alimentos ricos em fósforo

O fósforo é um sal mineral necessário para o desempenho celular, em geral. Cerca de 85% da quantidade total de fósforo está presente nos ossos, mas as suas funções não param por aí. O fósforo, combinado com o cálcio, forma o maior componente dos ossos e dentes.

Durante o processo de metabolização do mineral no organismo, têm origem estruturas chamadas de fosfolipídios, que compõem a membrana de todas as células.

Outra função do fósforo é produzir e armazenar energia. O micronutriente está também presente no código genético (DNA e RNA), ativa enzimas e mantém o balanço ácido-básico do organismo. O corpo precisa do fósforo para equilibrar seu pH, que deve ser constante, garantindo o sucesso das reações químicas responsáveis por manter todos os órgãos em funcionamento.

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Ferro

alimentos ricos em ferro

Além de ser um antioxidante (combatente dos radicais livres, evitando a formação de placas de gorduras nas artérias), o ferro está envolvido em tarefas como transporte de oxigénio para todas as células, transporte de electrões para a produção de energia e síntese de DNA.

A ingestão inadequada de ferro tende a causar anemia, uma vez que não há ferro suficiente para a formação da quantidade ideal de glóbulos vermelhos do sangue.

Entre as fontes alimentares deste micronutriente, as carnes vermelhas destacam-se por conter ferro heme, um tipo de ferro mais bem absorvido pelo organismo.

O que comer no café da manhã

O que comer no café da manhã

O café da manhã deve contribuir com pelo menos 15% do valor calórico total do dia. Mas, se é tão importante que se tome esta refeição, a sua composição também deve ser pensada. Saiba o que não deve faltar ao pequeno-almoço:

  • leite ou derivados – iogurte, requeijão, queijo;
  • pão ou outros farináceos que forneçam amido – tostas, cereais, flocos de aveia ou bolachas integrais, de água e sal, tipo Maria ou Torrada;
  • fruta ou suco natural de fruta, sem açúcar.