Arquivo de Etiquetas: leite

Dieta Scarsdale

Dieta Scarsdale

Criada pelo cardiologista americano Dr. Herman Tarnower, a dieta Scarsdale permite perder peso em pouco tempo, estando indicada para pessoas adultas sem problemas de saúde e que tenham uma prática de atividade física baixa ou moderada.

Esta dieta, que fez muito sucesso na década de 70 do século XX, baseia-se num plano de 800 a 1200 calorias diárias, tendo como objectivo aumentar as proteínas e diminuir drasticamente a ingestão de açúcares e as gorduras, para que o organismo consuma as suas próprias reservas. Permite uma perda de peso rápida – nas primeiras duas semanas, pode-se perder até ½ kg por dia – e, como tal, não se deve prolongar por muito tempo.

Vantagens da dieta Scarsdale

Dieta do Dr. Murua: a Dieta das Estrelas

Dieta Do Dr. Murua - a Dieta das Estrelas

Esta dieta, criada pelo Dr. Murua faz sucesso em Hollywood, contando com seguidoras fiéis como as famosas Demi Moore, Jennifer Aniston e Sharon Stone. Por ser tão conhecida e seguida por pessoas famosas, esta dieta também é conhecida como «A dieta das estrelas».

Vantagens da dieta do Dr. Murua

Esta é uma dieta bastante equilibrada, já que incluiu alimentos de todos os grupos. Além disso, permite uma considerável perda de peso, desde que seja cumprida à risca.

Dicas saudáveis para intolerantes à lactose

intolerância à lactose

A intolerância à lactose é um problema de saúde que deriva de uma produção insuficiente da enzima lactase pelo organismo. A lactose nada mais é do que o açúcar presente no leite e nos laticínios e, por serem intolerantes a ela, muitas pessoas têm de ajustar a sua dieta.

Há muitas receitas clássicas que podem ser adaptadas para os intolerantes à lactose. No entanto, nem sempre estas adaptações são bem aceites, sobretudo devido à alteração de sabor relativamente a uma receita original que contenha leite ou um produto seu derivado.

Apesar de alguma relutância que possa haver por parte dos intolerantes à lactose, há receitas que podem ser adaptadas sem deixarem de ser saborosas. Um bom exemplo disso mesmo são os bolos, em que basta substituir alguns ingredientes básicos para deixarem de ter lactose, mantendo a sua doçura. Por exemplo, a manteiga/margarina pode ser substituída por óleo ou outras gorduras como banha ou até creme vegetal; a fruta e/ou o seu sumo podem ser usados em vez do leite, ficando, nesse caso, o bolo com um sabor mais frutado. Outras substituições possíveis do leite em bolos tradicionais, ou mesmo de chocolate, são a água quente, água de coco, leite de soja ou leite de coco. Poder-se-á usar emulsificantes para melhorar a consistência do bolo.

Benefícios dos alimentos funcionais para a saúde

alimentos funcionais

Os alimentos funcionais contribuem para melhorar o metabolismo e prevenir problemas de saúde. Este tipo de alimento é conhecido desde há vários séculos, mas houve um largo período, sobretudo nas sociedades ocidentais, em que o conhecimento dos seus benefícios para a saúde foi descurado.

As isoflavonas, por exemplo, que ajudam a reduzir o mau colesterol (LDL), estão incluídas na dieta alimentar do homem desde que a soja foi descoberta pelos chineses, há mais de 5 mil anos.

Conheça os benefícios dos grupos funcionais que pode encontrar nos alimentos:

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Iodo

o iodo na alimentação

O iodo é um componente fundamental das hormonas da tiroide e, por isso, é essencial para o bom funcionamento da tiroide, sendo que as hormonas tiroidianas regulam diversos processos fisiológicos, como o crescimento e desenvolvimento, metabolismo e função reprodutiva.

A falta de iodo pode levar a danos cerebrais, principalmente em crianças cujas mães não ingeriram a quantidade adequada do micronutriente durante a gravidez. Outro efeito da deficiência de iodo é o desenvolvimento do bócio, ou seja, o aumento da glândula da tiroide.

Além do sal usado na preparação das refeições e dos alimentos industrializados que contam com ele no modo de preparação, as principais fontes de iodo são os peixes de água salgada e frutos do mar, como bacalhau, sardinha, moluscos, ostras e camarão. O leite e seus derivados também contêm quantidade importante de iodo.