Arquivo de Etiquetas: insulina

A Diabetes tem cura?

A Diabetes tem cura

Está em curso um esforço combinado para descobrir a cura da diabetes tipo 1, que poderá acontecer dentro dos próximos 10 a 15 anos.

Entretanto, a atenção concentra-se em travar a doença nos casos recentemente diagnosticados. O Dr. Greg Fulcher, do Sydney’s Royal North Shore Hospital, adianta: «Estamos a tentar experimentar modular o sistema imunitário de modo que a doença não avance até à destruição final do pâncreas.»

O outro caminho é tentar recriar a capacidade do organismo para fabricar a insulina, por exemplo, fazendo um transplante do pâncreas ou das células que produzem a insulina. A investigação sobre as células estaminais traz também uma esperança de que estas células possam ser criadas em laboratório.

Dicas para o tratamento da diabetes

tratamento da diabetes

Há quem acredite que comer doces aumenta o risco de desenvolver diabetes, mas este princípio não constitui uma verdade pura no que se refere ao regime alimentar que deve ser seguido pelos diabéticos. Os doces podem ser comidos por diabéticos, sim, mas com moderação.

Além da predisposição genética para a doença, o consumo elevado de gorduras saturadas numa dieta rica em calorias são os principais fatores de risco da diabetes.

Uma investigação levada a cabo pelo Diabetes Prevention Program, nos Estados Unidos, acompanhou, durante quatro anos, cerca de 3200 pessoas com predisposição para a diabetes, tendo-as divido em três grupos:

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Crómio

crómio

Apesar de ser reconhecido como um nutriente essencial, as funções do crómio no organismo ainda não são totalmente conhecidas à exceção do seu papel no metabolismo da glicose.

O crómio potencializa os efeitos da insulina, responsável por captar a glicose no sangue, levando-a para as células. É lá que a energia é produzida, evitando o acumular de açúcar no sangue.

Carnes, feijão, brócolos, batata e cereais integrais são boas fontes deste mineral.

Aprender a viver com a diabetes

aprender a viver com a diabetes

As pessoas diabéticas que correm mais risco são as que têm o físico do tipo «maçã», pois a acumulação de gordura à volta do abdómen faz com que a insulina seja menos eficiente a controlar os níveis de glicose.

As pessoas com diabetes tipo 2 não precisam necessariamente de fazer uma dieta especial, mas se tiverem excesso de peso – o que acontece com cerca de 80% das pessoas com diabetes do tipo 2 -,  é importante que emagreçam. A maioria das pessoas sabe como é difícil seguir uma dieta para perder peso e fazer exercício físico, mas os diabéticos ignoram, muitas vezes, os riscos que correm: qualquer diabetes é grave e pode conduzir a complicações devastadoras.

O excesso de açúcar no sangue danifica os órgãos e o sistema vascular; isso significa que pessoas com diabetes estão muito mais propensas a doenças cardiovasculares e têm três vezes mais hipóteses de ter colesterol alto, hipertensão ou obesidade – cerca de 80% das pessoas com diabetes acabam por morrer de ataque cardíaco ou derrame cerebral.

Diabetes e Obesidade alastram entre os mais jovens

obesidade infantil

A diabetes alastra entre os mais jovens e a obesidade, cada vez mais comum, é um ponto de partida para a doença. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 170 milhões de pessoas em todo o mundo sofre de diabetes.

A doença pode manifestar-se de duas formas:

Diabetes tipo 1
Mais comum na idade infantil e na adolescência, está ligada a uma autoimunização do organismo às células beta do pâncreas, sendo o próprio corpo que começa a destruir essas células e, como tal, a insulina deixa de existir.

Diabetes tipo 2
O organismo produz, mas tem dificuldade em processar a insulina.