Arquivo de Etiquetas: calorias dieta

Receita de Folhas de couve recheadas

Folhas de couve recheadas

Esta receita de couves recheadas é muito simples de preparar e saborosa, trazendo benefícios para a saúde. No entanto, se estiver a seguir uma dieta restritiva, aceite um conselho de nutrição: evite comê-la ao jantar, uma vez que tem arroz.

Ingredientes:

(receita para 2 pessoas)

Habitue-se a ler os rótulos das embalagens

ler os rótulos

Todos os dias precisamos de consumir alimentos sólidos e líquidos para obter energia (calorias). Essa energia é usada para manter as funções vitais (respiração, batimentos cardíacos, circulação), a temperatura corporal e para que possamos fazer as nossas atividades diárias e exercícios físicos. Para manter o peso corporal é preciso equilibrar a quantidade de energia ingerida e gasta num dia e, para isso, é fundamental conhecermos as características nutricionais dos alimentos que ingerimos.

A indicação do valor energético é a primeira informação que procuramos na tabela nutricional inscrita nos rótulos, pois o que nos preocupa mais são mesmo as calorias. Normalmente, estas são expressas em quilocalorias e em quilojules. A maioria dos rótulos dos alimentos indica os dados por 100 g, o que raramente coincide com a dose que cornemos, obrigando-nos a fazer um cálculo. Por exemplo, um iogurte pesa, em média, 125 gramas, pelo que contém mais calorias ou gorduras do que as indicadas no rótulo.

  • Qual é a diferença entre as quilocalorias (kcal) e os quilojules (Kj)?
    As Kcal (quilocalorias) e os Kj (quilojules) indicam a quantidade de energia de um alimento, sendo que o Kj é a medida utilizada internacionalmente.
    1 Kcal equivale a 1000 calorias. Para transformar quilocalorias em quilojules, multiplicamos a quantidade de energia do alimento em Kcal por 4,184.

Dietas Famosas: Dieta da Clínica Mayo

Dieta da Clínica Mayo

O grande princípio da dieta da clínica Mayo é ingerir uma quantidade mínima de calorias.  Esta é, por isso, uma dieta hipocalórica – a ingestão diária de calorias fixa-se entre as 600 e as 800, um pouco abaixo do consumo mínimo vital que se fixa nas 750 calorias.

A dieta da clínica de Mayo defende a ingestão de alimentos com alto teor de gordura para limitar a fome. Esta dieta também advogada que se coma até nos sentirmos cheios e satisfeitos, sendo este o elemento chave para se manter no programa.

A ingestão de álcool, massas, arroz e feijão está proibida durante a duração do programa, mas refrigerantes diet são permitidos.

Exercícios físicos que ajudam a estar em forma

exercícios que ajudam a estar em forma

Há várias modalidades desportivas que ajudam a queimar calorias e a alcançar uma boa forma física. No entanto, há exercícios que se destacam nesta área e nos ajudam a estar em forma.

Veja o ranking dos melhores exercícios, escolha o seu favorito e comece hoje mesmo a caminhada rumo à boa forma física.

CORRIDA
Com uma hora de corrida queimam-se cerca de 900 calorias. Isso equivale a uma lasanha, um copo médio de coca-cola, uma porção de carne de frango e um brigadeiro.
Vantagens da corrida:

Melhora o condicionamento cardíaco.
Desvantagens da corrida:

Impacto nos joelhos e na coluna; deverá, pois, escolher uns ténis com bons amortecedores.

Dicas para Manter a Forma depois da Páscoa

como estar a forma depois da Páscoa

A Páscoa, para lá do caráter religioso, é uma festividade marcadamente saborosa e doce: o (re)encontro com a família, a comida, as amêndoas, os ovos de Páscoa, o chocolate… Muitas vezes, nesta altura, deliciados com o ambiente que nos cerca, acabamos por não dar a atenção necessária à alimentação e à quantidade de comida que ingerimos. O resultado, normalmente, reflete-se na balança e, atrás desse e aumento de peso, vem a frustração. 

Deixamos-lhe algumas dicas, recomendadas por nutricionistas, que o/a ajudarão a fugir dos os quilos indesejáveis e a manter-se em forma depois da Páscoa.

  • Não coma grandes quantidades de chocolate (bastam 25 g de chocolate por dia para que possa saborear o seu ovo de Páscoa sem engordar.