Arquivo de Etiquetas: antioxidantes

Creme de Espargos

creme de espargos

O creme de espargos é uma receita saudável que lhe permite degustar uma sopa nutritiva e saborosa. Com esta receita poderá retomar uma dieta equilibrada após um período de excessos ou comer se estiver a fazer uma dieta de emagrecimento.

Em termos nutricionais, os espargos são ótimos antioxidantes e uma boa fonte de ácido fólico, vitaminas C e E.

Ingredientes:

Conheça os aditivos alimentares

aditivos alimentares

Os aditivos são substâncias ou misturas destas, que podem ter ou não valor nutritivo e que são intencionalmente adicionadas aos alimentos com a finalidade de impedir alterações, manter, dar ou intensificar o seu aroma, cor e sabor, modificar ou manter o seu estado físico, desde que não prejudique o seu valor nutritivo.

A maioria dos alimentos tem um ou vários aditivos “E” na sua composição. Embora conotados negativamente, nem todos eles são maléficos para o organismo. Por exemplo, E300 é a indicação dada para o ácido ascórbico (vulgo vitamina C), E-160b nada mais é do que licopeno, um poderoso antioxidante benéfico para a saúde da próstata e o E150 é um corante natural tão simples como o caramelo.

Os aditivos alimentares (E) agrupam-se nas seguintes categorias:

Benefícios e Propriedades Nutricionais do Tomate

benefícios do tomate

Uma das hortaliças mais consumidas em todo o mundo é o tomate, cujas propriedades nutricionais ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, sendo um antioxidante natural de excelência.

A introdução do tomate na Europa deu-se em meados do século XVI, a partir do México. As primeiras espécies foram designadas pomodoro pelos italianos, pois eram amarelas, fazendo lembrar maçãs douradas.

O tomate é composto principalmente por água, contendo cerca de 14 kcal por 100 gramas. O seu consumo é recomendado pelos nutricionistas, sobretudo devido às excelentes propriedades antioxidantes que possui.

Ação dos Antioxidantes numa Alimentação Saudável

Antioxidantes naturais

Uma alimentação saudável pressupõe que seja equilibrada e rica em determinados componentes, como os antioxidantes. Para tal, devemos respeitar cada setor da pirâmide alimentar, dando preferência à qualidade e não à quantidade.

Todas as células que constituem o organismo gastam energia para as suas funções, convertida dos nutrientes ingeridos, por um processo de combustão. Durante este processo, para produzirem energia a partir dos nutrientes, as células libertam radicais livres e estes, quando libertados, são extremamente prejudiciais ao organismo. Mas não temos estruturas interiores ou órgãos capazes de os eliminar ou atenuar; para conseguirmos proteger o nosso organismo dos radicais livres, devemos fazer uma alimentação saudável e rica em antioxidantes, pois são eles que, além de ajudarem a extinguir o excesso de radicais livres, estimulam o sistema imunitário e aumentam a nossa resistência às infeções.

Há dois tipos de antioxidantes: