Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Zinco

alimentos ricos em zinco

O zinco é um micronutriente essencial, encontrando-se em todas as células do organismo. Tem influência nas funções mentais, no processo de recuperação corporal, na estabilidade do sangue e no equilíbrio alcalino do corpo.

Os órgãos que dependem deste mineral são o coração, o cérebro e os órgãos reprodutores.

O zinco é um dos sais minerais que desempenha diversas funções no organismo, de entre as quais podemos apontar:

Receita de Bolo de maracujá

bolo de maracujá

Apresentamos uma receita de bolo de maracujá, que pode ser incluído num regime de alimentação saudável e comido pelos intolerantes à lactose.

 

Ingredientes:

Aproveite os benefícios nutricionais da fruta

benefícios da fruta

A fruta fornece nutrientes fundamentais para o correto funcionamento do organismo. Para lá de saborosas e extremamente benéficas para a saúde, as diferentes qualidades de fruta podem ser  saboreadas ao natural, em sumos, geleias e compotas ou até em gelados.

As frutas desempenham um papel importante na alimentação, devendo ser ingeridas diariamente entre três a cinco porções. Esse consumo é fundamental para o fornecimento de fibras, água, vitaminas e minerais suficientes para que o organismo possa desempenhar as suas funções básicas.

No entanto, para lá da quantidade, há que dar também atenção à variedade na ingestão de frutas, uma vez que, para lá da água que contêm, cada uma delas se destaca pela prevalência de um determinado tipo de nutriente.

Conheça os aditivos alimentares

aditivos alimentares

Os aditivos são substâncias ou misturas destas, que podem ter ou não valor nutritivo e que são intencionalmente adicionadas aos alimentos com a finalidade de impedir alterações, manter, dar ou intensificar o seu aroma, cor e sabor, modificar ou manter o seu estado físico, desde que não prejudique o seu valor nutritivo.

A maioria dos alimentos tem um ou vários aditivos “E” na sua composição. Embora conotados negativamente, nem todos eles são maléficos para o organismo. Por exemplo, E300 é a indicação dada para o ácido ascórbico (vulgo vitamina C), E-160b nada mais é do que licopeno, um poderoso antioxidante benéfico para a saúde da próstata e o E150 é um corante natural tão simples como o caramelo.

Os aditivos alimentares (E) agrupam-se nas seguintes categorias:

O que causa a obesidade?

o que causa a obesidade

As causas da obesidade são muitas e variam de pessoa para pessoa. Há fatores que podem contribuir para o desequilíbrio entre a ingestão e o consumo de calorias — como a idade, sexo e genes, composição psicológica e fatores ambientais.

Diferentes pesquisas têm demonstrado que a obesidade pode a ser hereditária devido a hábitos de vida, dieta comum, podendo também ser causada por genes. Mas isso não significa em absoluto uma pessoa será obesa somente por ter parentes obesos.

Há muitas coisas que nada têm a ver com fome e que podem conduzir à obesidade. De entre elas, podemos enumerar fatores negativos (como depressão, tédio, desespero ou fúria) que nos levam a comer demais e que, se não forem controlados, podem ser potenciais causadores da obesidade. Não quer isto dizer que as pessoas com excesso de peso e obesas têm mais problemas emocionais do que as outras pessoas. O problema é que os seus hábitos alimentares têm influência nos sentimentos a eles associados e conduzem facilmente à obesidade.