Princípios e benefícios da Dieta Mediterrânea

dieta mediterrânica

Nas últimas décadas do séc. XX, começou-se a constatar que a população mediterrânica tinha padrões de saúde mais elevados que a de outros países, padrões esses que se relacionavam, em grande medida, com a sua alimentação…

Os hábitos alimentares tendem a modificar-se com o evoluir das sociedades, dissipando-se, grande parte das vezes, a preocupação em ingerir produtos variados e naturais. A dieta mediterrânea, por seu lado, contempla e privilegia  as substâncias protetoras presentes nos frutos e vegetais  – como as vitaminas, os minerais e as fibras – que ajudam a manter a saúde e a proteger de doenças.

Presume-se que o regime alimentar da dieta mediterrânea, o mais saudável do mundo segundo os especialistas, terá as suas origens na gastronomia grega. Foi mesmo elaborado um estudo, publicado na revista New England Journal of Medicine, no qual se analisou a dieta alimentar de 22 mil adultos gregos,  tendo-se demonstrado que a maior longevidade está associada às pessoas que seguem esta dieta, rica em vegetais, legumes, frutas, frutos secos, cereais, peixe e azeite.

Alimentação Vegetariana e Saudável

alimentação vegetariana

A alimentação vegetariana ganha cada vez mais destaque na sociedade, sendo já a base alimentar de uma percentagem significativa da população.

Nos últimos anos, mais de 2400 alimentos vegetarianos foram introduzidos no mercado.

Mas nem todos os produtos vegetais são uma escolha saudável.
Se pretende consumir menos carne e seguir uma alimentação vegetariana saudável, há alguns fatores a que deverá prestar atenção:

Pastilha elástica ajuda a perder peso

Pastilha elástica ajuda a perder peso

O consumo diário de pastilha elástica (preferencialmente sem açúcar), sobretudo nos momentos de maior stress, pode fazer-nos ingerir cerca de 1000 calorias a menos por mês.

Esta é a conclusão de um estudo realizado no Reino Unido, pelo Wrigley Science Institute, uma organização que desenvolve, desde 2005, investigações sobre os benefícios da pastilha elástica.

Um total de 120 estudantes da Universidade de Liverpool (60 consumidores habituais e outros 60 que queriam perder peso) constataram que mascar pastilha entre duas e três vezes por dia pode ajudar a deixar de ingerir entre 25 e 36 calorias diárias.

Alimentos que ajudam a emagrecer

alimentos que ajudam a emagrecer

Os alimentos que ajudam a emagrecer são essencialmente constituídos por nutrientes com um baixo valor calórico, ou alimentos que contêm alguns nutrientes que facilitam o emagrecimento.

Estes alimentos são designados de termogénicos, uma vez que aumentam a temperatura do corpo e fazem com que o organismo gaste mais calorias a realizar a sua digestão do que as calorias que eles realmente contêm. Os alimentos termogénicos devem estar sempre presentes na alimentação diária, agregados a uma alimentação saudável.

Alguns dos alimentos que ajudam a emagrecer, devido aos nutrientes que os constituem são:

Sumo de quinoa com mel

sumo de quinoa com mel

A quinoa é uma planta nativa da Colômbia  Peru e Chile, que produz uns grãos, sem glúten, nutricionalmente muito ricos. É considerada um dos alimentos mais completos, equiparando-se ao leite materno.

Este sumo natural é fonte de betacaroteno, vitamina C e antioxidantes que estimulam o sistema imunológico e previne o envelhecimento precoce.

Ingredientes: