Importância das Proteínas para o Organismo

Inclua mais peixe e legumes na sua alimentação.

As proteínas são estruturas químicas que contêm carbono, hidrogénio, oxigénio e nitrogénio na sua composição. A mistura de todos estes ingredientes, garante o sucesso das atividades que elas desempenham no organismo. O colágeno e a queratina, responsáveis pela composição dos cabelos e das unhas, são exemplos de proteínas naturalmente presentes no nosso corpo.

As proteínas alimentares estão presentes em três grupos da pirâmide alimentar: leite e derivados, carnes e ovos, leguminosas. Somando todos eles, as proteínas devem acumular entre 15 a 20% das calorias totais do regime alimentar diário.

As proteínas obtidas através dos alimentos desempenham diversas funções no organismo:

Benefícios dos alimentos vermelhos

alimentos vermelhos

As cores dos alimentos conferem-lhes propriedades nutricionais específicas. Neste artigo, vamos conhecer especificamente os alimentos vermelhos e os benefícios que estes trazem à saúde.

Ao consumirmos alimentos de cores variadas estaremos a fornecer ao organismo todos os nutrientes de que ele necessita. Por isso, é importante que as refeições sejam coloridas, de preferência com de todas as cores. Normalmente, quanto mais forte e escura é a cor do alimento, maior é a quantidade de nutrientes – um espinafre, por exemplo, contém 8 vezes mais vitamina C do que uma alface.

Os alimentos vermelhos caracterizam-se por terem muitos benefícios para a saúde, dada a sua grande qualidade nutricional. Este grupo é rico em licopeno, uma substância antioxidante que confere a cor avermelhada aos alimentos; quando absorvido pelo organismo, combate os radicais livres e retarda o envelhecimento. Os nutricionistas indicam que o consumo diário de uma quantidade pequena de alimentos vermelhos ou avermelhados garante a dose de licopeno de que o organismo necessita – essa quantidade é representada, por exemplo, por um tomate, três cerejas ou três amoras.

Coma fruta e seja mais saudável

comer fruta

Ser saudável e manter o peso já é possível, garantem os especialistas. E não é preciso muito… Basta optar por comer fruta, que alia a riqueza em vitaminas aos sais minerais.

Conheça as propriedades nutricionais de algumas frutas e como nos ajudam a ser mais saudáveis:

Melancia, goiaba e morangos
Previnem o aumento do colesterol e ajudam regular o funcionamento do intestino – são alternativas nutritivas e baixas em calorias.

Cortisol: a hormona do stresse que influencia o peso

cortisol alto

O cortisol é uma hormona diretamente envolvida na resposta do organismo ao stress. Devido à sua ação, é conhecida como a hormona do stress, pois ativa respostas do corpo perante situações de emergência, aumentando a pressão arterial e o açúcar no sangue, ao mesmo tempo que propicia energia muscular.

Como as situações de stress são pontuais, os níveis hormonais e o processo fisiológico voltam à normalidade assim que o problema é superado. No entanto, quando o stress é prolongado, os níveis de cortisol no organismo disparam, desequilibrando os níveis considerados saudáveis.

O excesso de cortisol desencadeia um trabalho acrescido das glândulas suprarrenais, provocando retenção de líquidos e acumulação de gordura. Quando o corpo está em alerta, a hormona diminui a combustão calórica, a fim de poupar energia em caso de perigo.

Causas e tratamento da obesidade

causas e tratamento da obesidade

Uma das causas da obesidade é uma mutação genética que grande uma percentagem dos obesos sofre e que os leva a terem uma fome compulsiva e a preferirem alimentos muito calóricos.

No entanto, convém não esquecer que o meio ambiente tem um papel relevante na manifestação deste fator determinante da obesidade. A título de exemplo, podemos salientar que os filhos de pais obesos têm 80% de hipóteses de virem a ser gordos, sobretudo devido aos maus hábitos alimentares passados de geração em geração.

SINAIS DE ALERTA!
As crianças tenderão a tornar-se adultos obesos quando…