Dicas para evitar a flatulência

flatulência

A flatulência traduz-se num excesso de gases intestinais que pode afetar qualquer pessoa e em qualquer idade, independente do seu estado de saúde, estilo de vida e dos hábitos alimentares.

Alimentos como pão branco, feijão, batatas, repolho, ovos, couve-flor, milho, cebola, brócolos e refrigerantes são potenciais causadores de flatulência devido à sua fermentação no intestino.

A acumulação de gases provoca inchaço e dores abdominais, o que pode originar problemas de sociabilidade e desconforto. A prisão de ventre, colite e má digestão são algumas das doenças gastrointestinais que acabam por propiciar maior produção de gases, sendo que o sedentarismo e a ansiedade a agravar ainda mais.

Controle o colesterol e os triglicerídeos

controle o colesterol

Uma forma de prevenir doenças cardiovasculares, risco de enfarte e derrames cerebrais (AVC) na fase adulta é adotar hábitos de vida saudáveis, controlando as taxas de colesterol e de triglicerídeos desde cedo.

Convém lembrar que mesmo quem apresenta taxas de colesterol e de triglicerídeos dentro dos parâmetros normais não está livre de complicações futuras em termos de saúde.

Há um conjunto de fatores que têm influência no desencadear de doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial, diabetes, histórico familiar, ou até fumar. Deverá, pois, vigiar a sua saúde, fazendo os ajustes necessários no estilo de vida que mantém, começando por combater o sedentarismo.

São horas do lanche

São horas do lanche

O lanche é uma importante fonte de energia, quer seja tomado de manhã ou à tarde. Das inúmeras vantagens desta pequena refeição, podemos salientar três:

  • Reduz a fome para as refeições principais
  • Facilita a digestão
  • Permite um melhor controlo do peso.

Deverá, no entanto, ter muita atenção ao que come.

Mantenha-se em forma e saudável

mantenha-se em forma e saudável

Fez um esforço extraordinário para fazer dieta e perder peso, mas acabou por cometer alguns excessos e, especialmente, com o stresse do trabalho já o recuperou? Não se preocupe… o importante agora é definir os seus objetivos e procurar mantê-los, pois, como sabe, não há guloseimas ou excesso que supere a satisfação do seu bem-estar!

Com uma dieta equilibrada e alguns conselhos, verá como vai ganhar o SEU desafio sem grande esforço e sem se privar de muitas coisas.

Menos gorduras, mais vegetais

Ler ajuda a Emagrecer

ler emagrecer

Os benefícios da leitura para o bem-estar geral e desenvolvimento intelectual são sobejamente conhecidos. Mas ler também ajuda a emagrecer, embora nos possa parecer estranho…

Especialistas britânicos descobriram que os livros de ação, sexo e aventura queimam o dobro das calorias habitualmente consumidas na leitura, sabendo-se que o corpo parado consome apenas uma caloria por minuto. A relação entre a leitura e o emagrecimento deve-se ao facto de o organismo produzir adrenalina ao lermos um destes tipos de livro. A adrenalina, por sua vez, é uma hormona que reduz o apetite e queima calorias.

Assim, se quiser emagrecer, leia por exemplo o Código da Vinci, de Dan Brown, que consome 885 calorias. Para manter o peso pode optar por O Exorcista (465 calorias) ou por Orgulho e Preconceito (443 calorias).