Mitos e Verdades sobre a pastilha elástica

pastilha elástica

A pastilha elástica – também designada goma de mascar ou chiclete (Brasil), ou chuinga (Angola e Moçambique) – pode provocar cáries, mas também ajuda a fazer a limpeza dos dentes, sobretudo desde que não contenha açúcar.

A pastilha elástica sempre tendeu a ser considerada prejudicial para a saúde, não só por provocar cáries dentárias, mas também por ser vista como uma guloseima prejudicial para a dieta.

Mas será que a patilha elástica não traz benefícios para o regime e para a saúde oral? Desvendemos alguns mitos.

  • A pastilha elástica é prejudicial para a dieta
    MITO
    A pastilha elástica não é muito calórica e até tem a vantagem de ajuda a enganar a fome, enquanto se masca. No entanto, há que saber diferenciar as pastilhas elásticas – as que têm recheio devem efetivamente ser evitadas, pois são mais calóricas que as comuns (cada uma tem, em média, 15 calorias, sendo que a pastilha elástica sem açúcar, por seu lado, tem somente 2,5 calorias por unidade).
  • As pastilhas elásticas provocam cáries
    MITO
    O açúcar presente na pastilha elástica é o grande causador das cáries. Por isso, as pastilhas sem açúcar (cada vez mais em voga entre os adultos) podem ficar de fora dessa lista. Contudo, há que ter em conta que alguns corantes e conservantes da composição das pastilhas podem ser feitos à base de amido e hidratos de carbono, que se transformam em açúcar, sendo, por isso, também são nocivos aos dentes. Outra questão ainda tem a ver com o facto de algumas pastilhas elásticas, dependendo da sua composição, poderem deixar o pH da boca muito ácido, o que também pode provocar cáries.
  • A pastilha elástica ajuda a clarear os dentes
    MITO
    Mesmo as versões que prometem esse benefício contêm concentrações muito baixas de peróxido (substância clarificadora) para proporcionar o clareamento dentário. Além de que o peróxido não pode ser usado em altas concentrações na pastilha, dado ser um produto tóxico.
  • A pastilha elástica pode causar dores de estômago
    VERDADE
    Uma pessoa que masque constantemente pastilha elástica, passando muitas horas sem comer, estimula a produção do suco gástrico, que contém ácido clorídrico. Esta substância irá agir diretamente nas paredes do estômago, podendo causar dores.
  • A pastilha elástica é indicada para tratamentos orais
    VERDADE
    Em alguns casos, a pastilha elástica é recomendado com ação de fisioterapia. Quando há inflamação dos músculos ou abertura limitada da boca (trismo muscular), o mascar da pastilha é benéfico para minimizar o inchaço, fortalecer a musculatura oral e retomar os movimentos da mandíbula.
  • A pastilha elástica atenua o mau hálito
    VERDADE
    Com a limpeza superficial que a pastilha proporciona, o hálito é favorecido já que há a renovação das células da boca. Mas esta é uma acção momentânea e não se aplica a todos. Por exemplo, quem tem problemas orais, como periodontite, cáries ou uma restauração danificada, pode ficar com o mau hálito acentuado ao mascar pastilha.
  • A pastilha elástica pode ser benéfica para a higiene oral
    VERDADE
    O ato de mascar e a fricção da pastilha nos dentes proporcionam uma limpeza superficial dos mesmos. Quanto mais espessa for a pastilha, melhor será o resultado. Mas nunca devemos esquecer que a pastilha elástica não substitui de forma alguma a escova e o fio dental, nem remove a placa bacteriana ou previne a sua formação.

Com este artigo, desmontámos alguns mitos e esclarecemos algumas verdades sobre a pastilha elástica. Esperamos que tenha gostado de os saber…  :)

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Conheça os nutrientes: Sais Minerais - Manganês
Conheça os nutrientes: Sais Minerais - Fósforo
Benefícios dos alimentos vermelhos
Alimentos que ajudam a emagrecer


Um Comentário para Mitos e Verdades sobre a pastilha elástica

  1. Ana Nicolau diz:
    Ótimas informações.
    Sempre gostei de chiclete, mas, também, sempre “batia” aquela culpa quando mastigava… agora não mais.
    Parabéns pelo site, muito lindo e informativo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>