Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

A diabetes é a doença com crescimento mais rápido no Mundo, com 230 milhões de pessoas já afetadas. Embora tendamos a pensar o contrário, a diabetes não é um problema dos outros, mas sim de todos nós! O risco de desenvolver diabetes durante a vida é de 33% nos homens e de 39% nas mulheres.

A diabetes é a primeira causa, a nível mundial, de doenças do coração, derrame cerebral, cegueira, afeção grave de rins e amputação dos membros inferiores…

Mas em que consiste esta doença, ao certo?
O problema da diabetes é basicamente este: excesso de açúcar (glicose) no sangue. A glicose é a nossa fonte principal de energia, que deriva dos hidratos de carbono que ingerimos e é absorvida pelas nossas células com a ajuda da hormona insulina; se o nosso organismo tiver um problema de insulina, a glicose não é absorvida. Há várias razões para isto acontecer: em algumas pessoas, o pâncreas deixa de produzir insulina, o que origina a diabetes tipo 1. Mas na maior parte das pessoas com diabetes, o corpo tem dificuldade em processar a insulina que o pâncreas produz: é a diabetes tipo 2.

Na realidade, incluídos no termo «diabetes» estão muitos estados de saúde que os médicos vão descobrindo. Mas, por enquanto, a grande dor de cabeça das autoridades de saúde é a diabetes do tipo 2; é onde um processo metabólico complexo se traduz pela produção insuficiente de insulina, ou em que a insulina que é produzida não funciona de modo eficaz. A diabetes tipo 2 afecta 83% da totalidade dos casos de diabetes e tem vindo a aumentar rapidamente.

A diabetes tipo l é, regra geral, diagnosticada durante a infância. Chamada tradicionalmente de «diabetes juvenil súbita», este tipo de diabetes pode, na realidade, ocorrer em qualquer idade. Na diabetes tipo 1, é o próprio sistema imunitário do corpo que ataca as células-beta do pâncreas que produzem a insulina.
Não há como prevenir este tipo de diabetes; os doentes têm geralmente uma predisposição genética, mas a doença é despoletada por algo que vem do ambiente, tal como um vírus. O que os ainda não se conseguiu apurar foi a razão por que ela está a aumentar. As investigações mais recentes apontam a hipótese de que o leite ou certas gorduras a poderão induzir em pessoas com predisposição genética, mas até agora não há dados cientificamente comprovados.

Contrariamente à diabetes tipo 2, a de tipo 1 depende unicamente do controle do sangue – ajustando a insulina de acordo com a quantidade de hidratos de carbono consumidos. O grande problema com a diabetes tipo 1 é que é impossível dar a dose certa de insulina todas as vezes; se as quantidades não são as corretas, pode mesmo  implicar risco de vida: demasiado açúcar leva à hiperglicemia, pouco açúcar à hipoglicemia.

Principais sintomas da doença

Diabetes tipo 1

  • Sede extrema
  • Urinas frequentes
  • Fome constante
  • Visão turva
  • Perda de peso repentina
  • Enjoos
  • Vómitos
  • Infeções
  • Cansaço extremo

Diabetes tipo 2

  • Sede extrema
  • Urinas frequentes
  • Sensação de cansaço e sonolência
  • Dificuldade em sarar as feridas
  • Comichão e infeções da pele
  • Visão turva
  • Alterações de humor

Como controlar a diabetes?

Antes de mais, aprenda a viver com a doença. Olhe por si próprio e adote hábitos de vida saudáveis, seguindo dicas como as seguintes:

  • Faça uma alimentação diversificada e saudável;
  • Pratique exercício físico com regularidade;
  • Não fume;
  • Vigie bem a sua diabetes;
  • Controle a tensão arterial;
  • Mantenha os níveis de colesterol e triglicéridos controlados e dentro dos parâmetros aconselhados pelos médicos.

Ligada à obesidade, a tendência mais preocupante é que tem sido diagnosticada num público cada vez mais jovem. Este é um problema grave, dado que, quanto mais tempo uma pessoa viver com a diabetes, maior é a probabilidade de vir a desenvolver complicações.

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Pastilha elástica ajuda a perder peso
Alimentação Saudável: boas razões para comer ovos
Conheça os alimentos que diminuem o colesterol
Prevenção e tratamento da Obesidade


2 Comentários a Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

  1. Filomena Luís diz:
    Diabetes é uma doenca para ricos porque a doenca em si implica a mudanca de estilo de vida como a dieta. Eu tenho diabete há 8 anas e ate agora paece uma doenca recente porque ela evolui e mostra novos sintomas constante o tempo.
    Recomendo coragem, tolerância e muita paciência a todos aquele que comvivem com pessoa que tenham a doença…
    • Fernanda Gomes diz:
      Bom Filomena não acredito que a Diabetes seja doença para ricos, só por causa da reeducação alimentar. Se você fizer uma análise financeira do que gastamos com refrigerantes, doces, bolos e estas bobeiras sem nutrição nenhuma no mercado e ver o preço do alface, das frutas e outros nutrientes de verdade, verá que sai muito mais barato fazer uma reeducação alimentar. O que nós seres humanos temos que entender é que o problema não esta no preço do mercado e sim no nosso cérebro, costumes e sociedade em geral, já estamos programados para as coisas fáceis e práticas.
      Sim, as pessoas que convivem com pessoas com diabetes devem ter muita paciência, porém as pessoas que tem diabetes, devem fazer o tratamento certo e não colocar suas frustações e problemas na doença.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>