Chocolate faz bem à saúde

coma chocolate, pela sua saúde

O chocolate, além de despertar o corpo e provocar sensações emocionais únicas, tem benefícios para a saúde, uma vez que protege o coração, o sistema nervoso e ainda alivia a TPM (tensão pré menstrual).

Quimicamente, o chocolate possui importantes componentes estimulantes:

  • A cafeína, que inibe a atuação da adenosina no cérebro, substância responsável por diminuir o ritmo de atividade dos neurónios.
  • Um alcalóide chamado teobromina, que potencializa o efeito da cafeína. A teobromina, ao contrário da cafeína, não estimula o sistema nervoso central, sendo os seus efeitos principalmente diuréticos.
  • O chocolate também possui doses de feniletilamina, um composto natural com efeitos semelhantes aos das anfetaminas, ingrediente apontado como o desencadeador da compulsão pelos doces. Pesquisas indicam que os chocólatras são pessoas com problemas no mecanismo de regulação de feniletilamina do corpo, isto porque a substância estimula os centros de prazer, daí a vontade de nunca parar de comer chocolate.
  • A endorfina e a dopamina desencadeiam uma sensação de bem-estar. Cientistas afirmam que o chocolate é capaz de aumentar a produção dessa dupla de substâncias que tem relação com o relaxamento. E aqui está mais um motivo para as mulheres serem as principais consumidoras de chocolate, principalmente nos períodos da TPM. Uma das explicações está na queda do nível de magnésio do sangue nesse período; mas não é preciso comer uma caixa de bombons para se sentir mais feliz. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda não exceder os 30 gramas por dia.

Mas os benefícios do chocolate não ficam por aqui… Um pequeno pedaço de chocolate preto por dia melhora o fluxo arterial e beneficia a saúde vascular. Num relatório apresentado na reunião anual da Associação de Cardiologia dos Estados Unidos, em Chicago, cientistas afirmaram que o chocolate preto, em pequenas quantidades, pode reduzir o risco de um ataque cardíaco por diminuir a tendência de coagulação das plaquetas e de obstrução dos vasos sanguíneos. Esses mesmos efeitos não foram observados em relação ao chocolate branco, composto basicamente por gordura.

Chocolate branco, chocolate de leite ou chocolate preto?

Aposte no chocolate preto. Pesquisas demonstram que este tipo de chocolate pode servir como escudo protetor contra os radicais livres, moléculas responsáveis pela degeneração das células. O chocolate branco tem um grande teor de gorduras. Por sua vez, o chocolate de leite contém mais gordura e menor teor de flavonóides; além disso, o próprio leite prejudica a ação desses antioxidantes.

Convém também tomar alguns cuidados para que as propriedades nutritivas do chocolate não se transformem em inimigas:

  1. Fuja dos produtos que abusam da gordura hidrogenada para substituir o cacau – confira as proporções no rótulo;
  2. Prefira consumir o chocolate logo após as refeições (depois do almoço, por exemplo) por se tratar de um alimento de alto índice glicémico. Quando ingerido, após longos períodos de jejum, ele é prontamente transformado em glicose e absorvido mais rapidamente, despertando a fome pouco tempo depois.

Calorias aproximadas numa porção de 30 gramas de chocolate:

  • Chocolate branco: 160 kcal
  • Chocolate preto: 161 kcal
  • Chocolate de leite: 170,4 kcal

Comer chocolate (de preferência preto) tem benefícios para a saúde. Deverá, é claro, prezar pela moderação. Afinal o chocolate é rico em açúcar e gordura e, portanto, é um alimento calórico.

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Conheça os aditivos alimentares
Mitos e Verdades sobre a diabetes
Sumo para diminuir o Colesterol
Qual dos açúcares devemos preferir?


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>