Dicas Saudáveis

Conservação de alimentos congelados

alimentos congelados

Mesmo congelados, os alimentos têm um tempo de conservação limitado. Deve, pois, ter em atenção os prazos de conservação de cada alimento no congelador, a fim de manter as suas propriedades nutricionais e, em última instância, salvaguardar a sua saúde.

  • O pão, o peixe, o marisco e as refeições pré-cozinhadas duram apenas de 1 a 3 meses;
  • Os gelados, a carne de porco, os ovos e a manteiga não se devem guardar mais do que 4 a 6 meses;
  • Os cogumelos, o queijo, a fruta e a carne de borrego podem manter-se entre 7 a 9 meses;
  • Os legumes, a carne de vitela ou de vaca, de galinha e outras aves duram entre 10 a 12 meses.

Outro aspeto a que deverá também dar especial atenção é a temperatura a que os alimentos são conservados. O gráfico abaixo demonstra claramente este aspeto, mas podemos destacar o seguinte:

Dicas de Nutrição para uma Páscoa Saudável

Páscoa saudável

A Páscoa é por excelência um período em que abundam os doces, sobretudo o chocolate e grandes quantidades açúcar. É, por isso, uma época difícil para quem está de dieta ou não quer engordar. No entanto, poderá festejar a Páscoa com os seus familiares, de forma saudável e sem ganhar muito peso. Basta seguir algumas dicas de nutrição básicas…

DICAS SAUDÁVEIS DE NUTRIÇÃO PARA A PÁSCOA:

Nesta Páscoa coma peixe

Dicas para o tratamento da diabetes

tratamento da diabetes

Há quem acredite que comer doces aumenta o risco de desenvolver diabetes, mas este princípio não constitui uma verdade pura no que se refere ao regime alimentar que deve ser seguido pelos diabéticos. Os doces podem ser comidos por diabéticos, sim, mas com moderação.

Além da predisposição genética para a doença, o consumo elevado de gorduras saturadas numa dieta rica em calorias são os principais fatores de risco da diabetes.

Uma investigação levada a cabo pelo Diabetes Prevention Program, nos Estados Unidos, acompanhou, durante quatro anos, cerca de 3200 pessoas com predisposição para a diabetes, tendo-as divido em três grupos:

Dicas para perder e manter o peso

Veja abaixo as dicas e bons hábitos de nutrição e saúde para perder e manter o peso que, seguidos durante a dieta e depois dela, garantem o sucesso do seu regime por muito tempo.

  • Os Hidratos de carbono devem fazer parte da alimentação
    Além de não oferecer todos os nutrientes necessários ao organismo, o regime alimentar que corta de vez os hidratos de carbono (a famosa salada com um grelhado) faz com que o metabolismo mude repentinamente. 
    Resultado
    : o organismo, acostumado com pouca comida, vai economizar energia, queimando mais lentamente as calorias. Por isso, opte sempre por um prato com os principais grupos alimentares: hidratos de carbono, proteínas e gorduras saudáveis. O segredo é não exagerar:

    1. Não coma arroz e batata na mesma refeição, por exemplo, pois os dois são hidratos de carbono;
    2. À noite procure restringir ao máximo o consumo de alimentos ricos em hidratos de carbono, uma vez que o organismo já não necessita de muita energia para gastar.

Os Doces, a Dieta e a Saúde

os doces e a saúde

Os doces não fazem parte dos guias alimentares, como por exemplo a pirâmide alimentar, pois fornecem demasiadas calorias face aos restantes nutrientes essenciais que os constituem. Contudo, os doces são uma fonte importante de conforto emocional e de prazer.

A razão do nosso interesse pelo que é doce está provavelmente relacionada com a necessidade ancestral de assegurarmos a ingestão de energia fundamental à nossa sobrevivência, uma vez que os alimentos ricos em açúcar são naturalmente energéticos. Por vezes, o interesse por estes alimentos pode transformar-se num desejo muito intenso que surge periodicamente. Na realidade, o que provavelmente se passa é que simplesmente nos apetece um momento de prazer, pois precisamos de satisfazer uma necessidade emocional.

Nas pessoas saudáveis, o consumo de doces só constitui um problema quando se torna um hábito que leva a um aumento de peso ou restringe a ingestão de alimentos importantes. Verifica-se frequentemente que as pessoas limitam o consumo de farináceos (arroz, batata e leguminosas) para poderem comer doces sem o risco de engordarem;  esta  é  uma má prática, pois os farináceos são alimentos com nutrientes essenciais que os doces não fornecem.