Dicas Saudáveis

Melão ajuda a controlar o stresse

comer melão

Hoje em dia, o tempo disponível é muito limitado para todas as tarefas que temos em mãos – o emprego é cada vez mais exigente e quando chegamos a casa ainda temos as tarefas domésticas, assim como a família, à espera de algum tempo disponível. Toda esta faina do quotidiano nos causa cansaço, fadiga e, claro, irritabilidade com tudo e com todos. Estes sintomas, associados a dores de cabeça e à má disposição são alguns dos sinais de que estamos a entrar em campos de stresse bastante elevados e prejudiciais, tanto para as nossas relações profissionais, como para as nossas relações pessoais.

A melhor forma de vencermos um combate é enfrentá-lo, assim também acontece com o stresse, que deve ser enfrentado e combatido. Podemos e devemos começar a fazê-lo pela forma mais simples e mais prática que temos, através da alimentação.

A alimentação deve ser saudável, equilibrada e variada, em todas as refeições; no entanto, quando estamos nalguma situação de desequilíbrio, devemos dar prioridade a alguns dos alimentos que ajudam a restabelecer esse equilíbrio. A ingestão de algum tipo de frutas é uma das melhores formas de combater o stresse, devido às suas propriedades nutricionais, em especial o melão, refere um estudo francês.

Sabia que a maçã ajuda a reduzir a ingestão de calorias?

maçã ajuda a reduzir a ingestão de calorias

É sobejamente conhecida a importância de ingerir fruta, como as maçãs, antes das refeições e não depois.
Este é, aliás, uma das indicações dadas pelos médicos para quem está a seguir um regime de controle de calorias – o indicado será comer uma peça de fruta, acompanhada de uma bolacha (Maria ou água e sal) cerca de 1 hora antes de cada refeição.

Um estudo norte-americano veio ainda demonstrar que a ingestão de uma maçã antes das refeições poderá contribuir para que reduzamos a ingestão de calorias – até 200 calorias a menos, segundo dados da investigação.

Este estudo foi publicado no jornal US Today e, no decorrer da investigação, os voluntários foram divididos em quatro grupos: um deles recebeu maçã descascada, outro um sumo da fruta, o terceiro ingeriu molho de maçã e ao quarto grupo não foi dado qualquer alimento.
Os resultados mostraram que o grupo que comeu a maçã descascada cerca de 15 minutos antes da refeição, ingeriu, em média, 187 calorias a menos.

Dicas úteis sobre os Hidratos de carbono

hidratos de carbono

Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do corpo humano. Este nutriente tem como unidade básica a glucose, o monossacarídeo utilizado exclusivamente pelo cérebro, pelo fígado, pelos rins e pelos glóbulos vermelhos. Os hidratos fornecem aproximadamente 4 kcal/g.

Quando se inicia uma dieta de emagrecimento, a principal tendência é cortar no pão, no arroz, na massa, entre outros hidratos. Mas esta opção não é a mais correta, pois os hidratos de carbono são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Dicas úteis:

Siga uma Dieta Saudável e Controle o Stresse

dieta saudável sem stresse

O stresse afeta a maioria das pessoas e é um dos piores inimigos da saúde, conduzindo a uma dieta desequilibrada e pobre em nutrientes. Comer sempre que algo corre mal aumenta a nossa secreção de cortisol, uma hormona que favorece o aumento de peso e a retenção de líquidos.

Seguir uma dieta de emagrecimento é um processo que pode originar stress ou uma certa ansiedade. Mas, com um pouco de disciplina e força de vontade, é possível emagrecer sem stress. O segredo está na adoção gradual de hábitos alimentares saudáveis, não querendo atingir os objetivos em poucos dias. Uma dieta demasiado restritiva e curta só vai desencadear ansiedade  e uma grande sensação de frustração, pois não é fácil eliminar drasticamente alimentos saborosos do regime alimentar, cortar no açúcar, na gordura e nos refrigerantes, além de controlar rigorosamente as horas de cada refeição.

Quando estamos sujeitos ao stress, o tipo de alimentação tende a ser nutricionalmente mais pobre e mais calórico. A ansiedade associada ao stress, stress leva-nos a comer compulsivamente alimentos ricos em gorduras e açúcares que nos fazem engordar e que pouco (ou nada) beneficiam a nossa saúde.

Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

Diabetes, a doença e as suas implicações para a saúde

A diabetes é a doença com crescimento mais rápido no Mundo, com 230 milhões de pessoas já afetadas. Embora tendamos a pensar o contrário, a diabetes não é um problema dos outros, mas sim de todos nós! O risco de desenvolver diabetes durante a vida é de 33% nos homens e de 39% nas mulheres.

A diabetes é a primeira causa, a nível mundial, de doenças do coração, derrame cerebral, cegueira, afeção grave de rins e amputação dos membros inferiores…

Mas em que consiste esta doença, ao certo?
O problema da diabetes é basicamente este: excesso de açúcar (glicose) no sangue. A glicose é a nossa fonte principal de energia, que deriva dos hidratos de carbono que ingerimos e é absorvida pelas nossas células com a ajuda da hormona insulina; se o nosso organismo tiver um problema de insulina, a glicose não é absorvida. Há várias razões para isto acontecer: em algumas pessoas, o pâncreas deixa de produzir insulina, o que origina a diabetes tipo 1. Mas na maior parte das pessoas com diabetes, o corpo tem dificuldade em processar a insulina que o pâncreas produz: é a diabetes tipo 2.