Dicas Saudáveis

Dicas para ingerir menos calorias

ingerir menos caloriadicas para s

As calorias são indispensáveis ao funcionamento do nosso organismo por um conjunto de razões, entre as quais se podem referir a manutenção da temperatura corporal ou até o auxílio no movimento dos olhos para ler estas palavras. Ao ler num rótulo que um alimento tem determinado número de calorias, isso significa a quantidade de energia que esse alimento fornece ao organismo.

Quando consumimos calorias em excesso, a energia fornecida é acumulada no organismo, transformando o excesso de calorias em gordura, que é acumulada nos tecidos adiposos e, com o tempo, aparecem as indesejáveis saliências na barriga (comummente conhecidas como «pneus»).

Perder os quilos a mais não é fácil, muitas pessoas optam por fazer dietas extremas, exercícios completos, que inicialmente até apresentam resultados positivos, mas rapidamente voltam os quilos perdidos (quando não mais!). Para emagrecer é preciso ingerir a quantidade certa de calorias, isto é, consumir um pouco menos de calorias do que aquelas que gastamos. Quando atingimos um ponto em que desejamos simplesmente manter o peso, só teremos de ingerir a quantidade de calorias equivalente às que são gastas, mas nunca mais…

Causas e tratamento da obesidade

causas e tratamento da obesidade

Uma das causas da obesidade é uma mutação genética que grande uma percentagem dos obesos sofre e que os leva a terem uma fome compulsiva e a preferirem alimentos muito calóricos.

No entanto, convém não esquecer que o meio ambiente tem um papel relevante na manifestação deste fator determinante da obesidade. A título de exemplo, podemos salientar que os filhos de pais obesos têm 80% de hipóteses de virem a ser gordos, sobretudo devido aos maus hábitos alimentares passados de geração em geração.

SINAIS DE ALERTA!
As crianças tenderão a tornar-se adultos obesos quando…

Propriedades nutricionais dos tremoços

tremoços

Os tremoços, também conhecidos como “o marisco dos pobres”, são um aperitivo muito apreciado. No entanto, muitas vezes, levantam-se dúvidas sobre as suas propriedades nutricionais; será que se pode incluir este aperitivo num regime dietético?

Vejamos…

Fatores positivos deste aperitivo:

Dicas saudáveis para intolerantes à lactose

intolerância à lactose

A intolerância à lactose é um problema de saúde que deriva de uma produção insuficiente da enzima lactase pelo organismo. A lactose nada mais é do que o açúcar presente no leite e nos laticínios e, por serem intolerantes a ela, muitas pessoas têm de ajustar a sua dieta.

Há muitas receitas clássicas que podem ser adaptadas para os intolerantes à lactose. No entanto, nem sempre estas adaptações são bem aceites, sobretudo devido à alteração de sabor relativamente a uma receita original que contenha leite ou um produto seu derivado.

Apesar de alguma relutância que possa haver por parte dos intolerantes à lactose, há receitas que podem ser adaptadas sem deixarem de ser saborosas. Um bom exemplo disso mesmo são os bolos, em que basta substituir alguns ingredientes básicos para deixarem de ter lactose, mantendo a sua doçura. Por exemplo, a manteiga/margarina pode ser substituída por óleo ou outras gorduras como banha ou até creme vegetal; a fruta e/ou o seu sumo podem ser usados em vez do leite, ficando, nesse caso, o bolo com um sabor mais frutado. Outras substituições possíveis do leite em bolos tradicionais, ou mesmo de chocolate, são a água quente, água de coco, leite de soja ou leite de coco. Poder-se-á usar emulsificantes para melhorar a consistência do bolo.

Siga a Pirâmide Alimentar e tenha uma Alimentação Saudável

nova pirâmide alimentar

A pirâmide alimentar, anteriormente representada pela Roda dos Alimentos, foi desenvolvida, em 1992, pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Mais recentemente, o Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard sugeriu uma nova pirâmide, que passa a ter como base o exercício físico e uma alimentação saudável para controlar o peso.

Os grupos alimentares que estruturam a pirâmide foram associados a partir das suas características nutricionais e dividem-se em porções, mas é o exercício físico que está agora na base da pirâmide alimentar.

Assim, devemos: