Promoção da Saúde

Saiba tudo sobre os nutrientes

Você sabe que os nutrientes são importantes e até pode conhecer alguns deles, mas sabe quais são efetivamente as suas funções?

Ácido fólico: ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares. É uma das variantes da vitamina B.

Antocianina: antioxidante que combate danos nas células e ajuda a reduzir o colesterol.

Dicas para ingerir menos calorias

ingerir menos caloriadicas para s

As calorias são indispensáveis ao funcionamento do nosso organismo por um conjunto de razões, entre as quais se podem referir a manutenção da temperatura corporal ou até o auxílio no movimento dos olhos para ler estas palavras. Ao ler num rótulo que um alimento tem determinado número de calorias, isso significa a quantidade de energia que esse alimento fornece ao organismo.

Quando consumimos calorias em excesso, a energia fornecida é acumulada no organismo, transformando o excesso de calorias em gordura, que é acumulada nos tecidos adiposos e, com o tempo, aparecem as indesejáveis saliências na barriga (comummente conhecidas como «pneus»).

Perder os quilos a mais não é fácil, muitas pessoas optam por fazer dietas extremas, exercícios completos, que inicialmente até apresentam resultados positivos, mas rapidamente voltam os quilos perdidos (quando não mais!). Para emagrecer é preciso ingerir a quantidade certa de calorias, isto é, consumir um pouco menos de calorias do que aquelas que gastamos. Quando atingimos um ponto em que desejamos simplesmente manter o peso, só teremos de ingerir a quantidade de calorias equivalente às que são gastas, mas nunca mais…

Benefícios dos alimentos vermelhos

alimentos vermelhos

As cores dos alimentos conferem-lhes propriedades nutricionais específicas. Neste artigo, vamos conhecer especificamente os alimentos vermelhos e os benefícios que estes trazem à saúde.

Ao consumirmos alimentos de cores variadas estaremos a fornecer ao organismo todos os nutrientes de que ele necessita. Por isso, é importante que as refeições sejam coloridas, de preferência com de todas as cores. Normalmente, quanto mais forte e escura é a cor do alimento, maior é a quantidade de nutrientes – um espinafre, por exemplo, contém 8 vezes mais vitamina C do que uma alface.

Os alimentos vermelhos caracterizam-se por terem muitos benefícios para a saúde, dada a sua grande qualidade nutricional. Este grupo é rico em licopeno, uma substância antioxidante que confere a cor avermelhada aos alimentos; quando absorvido pelo organismo, combate os radicais livres e retarda o envelhecimento. Os nutricionistas indicam que o consumo diário de uma quantidade pequena de alimentos vermelhos ou avermelhados garante a dose de licopeno de que o organismo necessita – essa quantidade é representada, por exemplo, por um tomate, três cerejas ou três amoras.

Coma fruta e seja mais saudável

comer fruta

Ser saudável e manter o peso já é possível, garantem os especialistas. E não é preciso muito… Basta optar por comer fruta, que alia a riqueza em vitaminas aos sais minerais.

Conheça as propriedades nutricionais de algumas frutas e como nos ajudam a ser mais saudáveis:

Melancia, goiaba e morangos
Previnem o aumento do colesterol e ajudam regular o funcionamento do intestino – são alternativas nutritivas e baixas em calorias.

Cortisol: a hormona do stresse que influencia o peso

cortisol alto

O cortisol é uma hormona diretamente envolvida na resposta do organismo ao stress. Devido à sua ação, é conhecida como a hormona do stress, pois ativa respostas do corpo perante situações de emergência, aumentando a pressão arterial e o açúcar no sangue, ao mesmo tempo que propicia energia muscular.

Como as situações de stress são pontuais, os níveis hormonais e o processo fisiológico voltam à normalidade assim que o problema é superado. No entanto, quando o stress é prolongado, os níveis de cortisol no organismo disparam, desequilibrando os níveis considerados saudáveis.

O excesso de cortisol desencadeia um trabalho acrescido das glândulas suprarrenais, provocando retenção de líquidos e acumulação de gordura. Quando o corpo está em alerta, a hormona diminui a combustão calórica, a fim de poupar energia em caso de perigo.