Dietas

Hipotiroidismo: causas, sintomas e tratamento da doença

hipotiroidismo

Sem dúvida que a tiroide desempenha um grande papel no nosso corpo, principalmente na regulação do metabolismo celular. Se o seu funcionamento estiver deficitário, pode aparecer o hipotiroidismo, uma doença que pode comprometer o organismo de uma pessoa. Esta doença baseia-se numa disfunção da glândula tiroide que resulta da produção insuficiente de hormonas tiroideias, que têm como função regular o metabolismo celular, intervindo muitas vezes na frequência cardíaca, na tensão arterial e na temperatura corporal.

A falta de hormonas tiroideias pode afetar todas as funções orgânicas, daí existir a necessidade de estar sempre atento aos seus possíveis sintomas do hipotiroidismo.

As causas mais frequentes desta doença, são a remoção cirurgia parcial ou total da tiroide, doenças inflamatórias ou imunológicas como as tiroidites (inflamação autoimune da glândula tiroideia que produz o bócio) e o tratamento com iodo radiativo. O hipotiroidismo também pode ser provocado pela escassez de iodo na alimentação, já que este mineral é fundamental para a síntese de hormonas tiroideias.

Ler ajuda a Emagrecer

ler emagrecer

Os benefícios da leitura para o bem-estar geral e desenvolvimento intelectual são sobejamente conhecidos. Mas ler também ajuda a emagrecer, embora nos possa parecer estranho…

Especialistas britânicos descobriram que os livros de ação, sexo e aventura queimam o dobro das calorias habitualmente consumidas na leitura, sabendo-se que o corpo parado consome apenas uma caloria por minuto. A relação entre a leitura e o emagrecimento deve-se ao facto de o organismo produzir adrenalina ao lermos um destes tipos de livro. A adrenalina, por sua vez, é uma hormona que reduz o apetite e queima calorias.

Assim, se quiser emagrecer, leia por exemplo o Código da Vinci, de Dan Brown, que consome 885 calorias. Para manter o peso pode optar por O Exorcista (465 calorias) ou por Orgulho e Preconceito (443 calorias).

Mantenha-se em forma e saudável

mantenha-se em forma e saudável

Fez um esforço extraordinário para fazer dieta e perder peso, mas acabou por cometer alguns excessos e, especialmente, com o stresse do trabalho já o recuperou? Não se preocupe… o importante agora é definir os seus objetivos e procurar mantê-los, pois, como sabe, não há guloseimas ou excesso que supere a satisfação do seu bem-estar!

Com uma dieta equilibrada e alguns conselhos, verá como vai ganhar o SEU desafio sem grande esforço e sem se privar de muitas coisas.

Menos gorduras, mais vegetais

São horas do lanche

São horas do lanche

O lanche é uma importante fonte de energia, quer seja tomado de manhã ou à tarde. Das inúmeras vantagens desta pequena refeição, podemos salientar três:

  • Reduz a fome para as refeições principais
  • Facilita a digestão
  • Permite um melhor controlo do peso.

Deverá, no entanto, ter muita atenção ao que come.

NUNCA faça exercício físico em jejum

exercício físico em jejum

Fazer exercício físico em jejum é uma prática que pode ter graves complicações em termos de saúde. No entanto, muita gente desesperada por emagrecer o faz, pensando que, desta forma, estarão a fazer um gasto mais eficaz das gorduras acumuladas. Este é um erro atroz e nada saudável, por isso, NUNCA faça exercício físico em jejum.

Quando acordamos há uma redução da reserva de energia no organismo e, muitas vezes, uma redução da glicemia sanguínea (concentração de açúcar no sangue). Por isso, fazer exercício físico em jejum pode causar hipoglicemia (redução dos níveis de açúcar no sangue) que, associada à falta de energia, não permitem que o organismo tire o máximo proveito da actividade física, podendo mesmo originar um desmaio.

Se o nosso rendimento durante o exercício for menor, o gasto calórico e o metabolismo também o serão. Sabendo nós que o metabolismo é o ritmo a que o organismo consegue queimar calorias e gorduras, convém que ele não esteja lento, pois quanto mais acelerado estiver o metabolismo, mais calorias queima.