Bem-estar

Importância das Proteínas para o Organismo

Inclua mais peixe e legumes na sua alimentação.

As proteínas são estruturas químicas que contêm carbono, hidrogénio, oxigénio e nitrogénio na sua composição. A mistura de todos estes ingredientes, garante o sucesso das atividades que elas desempenham no organismo. O colágeno e a queratina, responsáveis pela composição dos cabelos e das unhas, são exemplos de proteínas naturalmente presentes no nosso corpo.

As proteínas alimentares estão presentes em três grupos da pirâmide alimentar: leite e derivados, carnes e ovos, leguminosas. Somando todos eles, as proteínas devem acumular entre 15 a 20% das calorias totais do regime alimentar diário.

As proteínas obtidas através dos alimentos desempenham diversas funções no organismo:

Cortisol: a hormona do stresse que influencia o peso

cortisol alto

O cortisol é uma hormona diretamente envolvida na resposta do organismo ao stress. Devido à sua ação, é conhecida como a hormona do stress, pois ativa respostas do corpo perante situações de emergência, aumentando a pressão arterial e o açúcar no sangue, ao mesmo tempo que propicia energia muscular.

Como as situações de stress são pontuais, os níveis hormonais e o processo fisiológico voltam à normalidade assim que o problema é superado. No entanto, quando o stress é prolongado, os níveis de cortisol no organismo disparam, desequilibrando os níveis considerados saudáveis.

O excesso de cortisol desencadeia um trabalho acrescido das glândulas suprarrenais, provocando retenção de líquidos e acumulação de gordura. Quando o corpo está em alerta, a hormona diminui a combustão calórica, a fim de poupar energia em caso de perigo.

Causas e tratamento da obesidade

causas e tratamento da obesidade

Uma das causas da obesidade é uma mutação genética que grande uma percentagem dos obesos sofre e que os leva a terem uma fome compulsiva e a preferirem alimentos muito calóricos.

No entanto, convém não esquecer que o meio ambiente tem um papel relevante na manifestação deste fator determinante da obesidade. A título de exemplo, podemos salientar que os filhos de pais obesos têm 80% de hipóteses de virem a ser gordos, sobretudo devido aos maus hábitos alimentares passados de geração em geração.

SINAIS DE ALERTA!
As crianças tenderão a tornar-se adultos obesos quando…

Tudo sobre Hipertiroidismo e Hipotiroidismo

saúde da tiroide

Localizada no pescoço (em frente à traqueia, logo abaixo da zona designada maçã de Adão), a tiroide é a glândula responsável pelo funcionamento do metabolismo, produzindo, entre outras, a hormona T4 (ou tiroxina), que regula o gasto de energia do corpo.

No entanto, esta glândula pode sofrer alguns desequilíbrios (hiper ou hipotiroidismo) relacionados com o seu funcionamento demasiado acelerado ou lento, o que implica transformações consideráveis no organismo.

Engordar ou emagrecer de repente, sem fazer qualquer modificação no regime alimentar ou nas tarefas diárias, são indícios que algo não funciona bem com a tiroide.

Dicas saudáveis para intolerantes à lactose

intolerância à lactose

A intolerância à lactose é um problema de saúde que deriva de uma produção insuficiente da enzima lactase pelo organismo. A lactose nada mais é do que o açúcar presente no leite e nos laticínios e, por serem intolerantes a ela, muitas pessoas têm de ajustar a sua dieta.

Há muitas receitas clássicas que podem ser adaptadas para os intolerantes à lactose. No entanto, nem sempre estas adaptações são bem aceites, sobretudo devido à alteração de sabor relativamente a uma receita original que contenha leite ou um produto seu derivado.

Apesar de alguma relutância que possa haver por parte dos intolerantes à lactose, há receitas que podem ser adaptadas sem deixarem de ser saborosas. Um bom exemplo disso mesmo são os bolos, em que basta substituir alguns ingredientes básicos para deixarem de ter lactose, mantendo a sua doçura. Por exemplo, a manteiga/margarina pode ser substituída por óleo ou outras gorduras como banha ou até creme vegetal; a fruta e/ou o seu sumo podem ser usados em vez do leite, ficando, nesse caso, o bolo com um sabor mais frutado. Outras substituições possíveis do leite em bolos tradicionais, ou mesmo de chocolate, são a água quente, água de coco, leite de soja ou leite de coco. Poder-se-á usar emulsificantes para melhorar a consistência do bolo.