Bem-estar

Melão ajuda a controlar o stresse

comer melão

Hoje em dia, o tempo disponível é muito limitado para todas as tarefas que temos em mãos – o emprego é cada vez mais exigente e quando chegamos a casa ainda temos as tarefas domésticas, assim como a família, à espera de algum tempo disponível. Toda esta faina do quotidiano nos causa cansaço, fadiga e, claro, irritabilidade com tudo e com todos. Estes sintomas, associados a dores de cabeça e à má disposição são alguns dos sinais de que estamos a entrar em campos de stresse bastante elevados e prejudiciais, tanto para as nossas relações profissionais, como para as nossas relações pessoais.

A melhor forma de vencermos um combate é enfrentá-lo, assim também acontece com o stresse, que deve ser enfrentado e combatido. Podemos e devemos começar a fazê-lo pela forma mais simples e mais prática que temos, através da alimentação.

A alimentação deve ser saudável, equilibrada e variada, em todas as refeições; no entanto, quando estamos nalguma situação de desequilíbrio, devemos dar prioridade a alguns dos alimentos que ajudam a restabelecer esse equilíbrio. A ingestão de algum tipo de frutas é uma das melhores formas de combater o stresse, devido às suas propriedades nutricionais, em especial o melão, refere um estudo francês.

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Iodo

o iodo na alimentação

O iodo é um componente fundamental das hormonas da tiroide e, por isso, é essencial para o bom funcionamento da tiroide, sendo que as hormonas tiroidianas regulam diversos processos fisiológicos, como o crescimento e desenvolvimento, metabolismo e função reprodutiva.

A falta de iodo pode levar a danos cerebrais, principalmente em crianças cujas mães não ingeriram a quantidade adequada do micronutriente durante a gravidez. Outro efeito da deficiência de iodo é o desenvolvimento do bócio, ou seja, o aumento da glândula da tiroide.

Além do sal usado na preparação das refeições e dos alimentos industrializados que contam com ele no modo de preparação, as principais fontes de iodo são os peixes de água salgada e frutos do mar, como bacalhau, sardinha, moluscos, ostras e camarão. O leite e seus derivados também contêm quantidade importante de iodo.

Implicações da tiroide no metabolismo

controlo-da-tiroide

A tiroide é uma glândula localizada na parte frontal da laringe e é uma das possíveis causas do aumento de peso. No entanto, as variações de peso (quer se trate de perda ou aumento) só estão relacionadas com a tiroide quando existem disfunções da glândula.

As disfunções da tiroide afetam cinco em cada cem pessoas, podendo ser graves em termos de saúde, uma vez que condicionam o correto funcionamento do metabolismo.

Como funciona a tiroide?

Dicas úteis sobre os Hidratos de carbono

hidratos de carbono

Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do corpo humano. Este nutriente tem como unidade básica a glucose, o monossacarídeo utilizado exclusivamente pelo cérebro, pelo fígado, pelos rins e pelos glóbulos vermelhos. Os hidratos fornecem aproximadamente 4 kcal/g.

Quando se inicia uma dieta de emagrecimento, a principal tendência é cortar no pão, no arroz, na massa, entre outros hidratos. Mas esta opção não é a mais correta, pois os hidratos de carbono são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Dicas úteis:

Alimentos que estimulam o bronzeamento

alimentos que estimulam o bronzeamento

Um corpo escultural e uma pele bonita e bronzeada são o sonho de qualquer mulher. No verão estas são preocupações frequentes, no dia-a-dia de qualquer um. Sabia que pode deixar todas as outras mulheres ruídas de inveja, se comer os alimentos certos?

A nossa pele é constituída por duas camadas, a epiderme e a derme. Os alimentos que nós ingerimos são transformados em nutrientes, através do sistema digestivo e posteriormente passam para o sistema sanguíneo, onde são absorvidos e utilizados nas mais variadas tarefas do nosso corpo. Como tal, alguns dos nutrientes que ingerimos atuam na epiderme e na derme, formando mesmo uma barreira protetora contra os raios solares. Os alimentos que estimulam a produção de melanina são os que devem ser consumidos para estimular o bronzeado, uma vez que a melanina é o pigmento que dá a cor à nossa pele.

Se quer ajudar a manter a sua pele bronzeada, de forma natural e sem esforço, deve incluir no seu regime alimentar alimentos de coloração avermelhada, alaranjada e esverdeada, uma vez que são bastante ricos em betacaroteno e licopeno, que são os principais responsáveis pela formação de melanina. Alguns destes alimentos são: melancia, manga, mamão, abóbora, cenoura, beterraba, tomate, laranja, pimentão, ervas que contêm clorofila, morango, goiaba vermelha, framboesa e cereja. É de salientar que estes alimentos apenas ajudam a aumentar o seu bronzeado e não mudam o seu tom de pele do dia para a noite, pois a capacidade de bronzeamento é muito variável, de pessoa para pessoa, tem a ver com a informação genética carregada por cada um.