Benefícios e Propriedades Nutricionais do Tomate

benefícios do tomate

Uma das hortaliças mais consumidas em todo o mundo é o tomate, cujas propriedades nutricionais ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, sendo um antioxidante natural de excelência.

A introdução do tomate na Europa deu-se em meados do século XVI, a partir do México. As primeiras espécies foram designadas pomodoro pelos italianos, pois eram amarelas, fazendo lembrar maçãs douradas.

O tomate é composto principalmente por água, contendo cerca de 14 kcal por 100 gramas. O seu consumo é recomendado pelos nutricionistas, sobretudo devido às excelentes propriedades antioxidantes que possui.

O tomate é ainda uma boa fonte de vitaminas A, B e C, e de sais minerais como ferro, fósforo, magnésio e potássio.
A vitamina A é indispensável para a visão, mucosas e pele, auxilia o crescimento e evita infeções.
As vitaminas do complexo B ajudam na regulação do sistema nervoso e do aparelho digestivo, robustecem o músculo cardíaco, auxiliam no crescimento e ajudam a manter a pele saudável.
A vitamina C, que é o elemento principal do tomate, proporciona robustez aos vasos sanguíneos, vitalidade às gengivas, evita a debilidade óssea e a má formação dos dentes, contribuindo ainda no combate a infeções e cicatrização de feridas.

Devido às suas excelentes propriedades nutricionais, o tomate é um ótimo vigorizador do organismo e purificador do sangue. Além disso, combate doenças do fígado, o desgaste mental, perturbações digestivas e pulmonares. No entanto, há que ter em atenção que o tomate é contraindicado para pessoas que sofram de acidez no estômago.

De ação desintoxicante e regeneradora dos tecidos, o seu sumo fresco e natural, ingerido imediatamente depois de preparado, para que as propriedades das vitaminas não se percam, ajuda no tratamento das inflamações e de certos distúrbios cardíacos produzidos pelo espessamento do sangue.

O tomate é, pois, um excelente aliado da saúde, como potente antioxidante natural, contribuindo na prevenção de doenças cardiovasculares e na estabilização funcional do organismo.

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Conheça a Dieta Montignac
Causas e tratamento da obesidade
Dieta do Dr. Murua: a Dieta das Estrelas
Dieta ALCO


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>