Princípios e benefícios da Dieta Mediterrânea

dieta mediterrânica

Nas últimas décadas do séc. XX, começou-se a constatar que a população mediterrânica tinha padrões de saúde mais elevados que a de outros países, padrões esses que se relacionavam, em grande medida, com a sua alimentação…

Os hábitos alimentares tendem a modificar-se com o evoluir das sociedades, dissipando-se, grande parte das vezes, a preocupação em ingerir produtos variados e naturais. A dieta mediterrânea, por seu lado, contempla e privilegia  as substâncias protetoras presentes nos frutos e vegetais  – como as vitaminas, os minerais e as fibras – que ajudam a manter a saúde e a proteger de doenças.

Presume-se que o regime alimentar da dieta mediterrânea, o mais saudável do mundo segundo os especialistas, terá as suas origens na gastronomia grega. Foi mesmo elaborado um estudo, publicado na revista New England Journal of Medicine, no qual se analisou a dieta alimentar de 22 mil adultos gregos,  tendo-se demonstrado que a maior longevidade está associada às pessoas que seguem esta dieta, rica em vegetais, legumes, frutas, frutos secos, cereais, peixe e azeite.

A fruta fresca é consumida principalmente em cru e os vegetais, quando confecionados, são-no de uma maneira simples, aproveitando muitas vezes os sucos da preparação, conservando, assim, todos os nutrientes.

Os cereais são vistos como os maiores fornecedores de sustento energético, consumindo-se pouco refinados e sendo, por isso, nutricionalmente mais ricos.

O azeite, utilizado com moderação, fornece também nutrientes protetores.

A todos estes alimentos, juntam-se ainda as leguminosas e os frutos gordos (nozes, avelãs, amêndoas, pinhões e amendoins), bons fornecedores de proteínas, e por último, o peixe e a carne, consumidos moderadamente.

Sugestões da dieta Mediterrânea adaptada aos dias de hoje

  • Faça cerca de 5 refeições diárias;
  • Coma vegetais, fruta, cereais completos e leguminosas secas em boa quantidade;
  • Consuma laticínios diariamente, de preferência pouco gordos;
  • Reduza as quantidades de carne, principalmente a vermelha (vaca, porco…), preferindo o peixe e as aves (carnes brancas);
  • Escolha o azeite como gordura de eleição;
  • Reserve os doces, salgados e outros petiscos mais calóricos para dias de festa.

Para uma alimentação saudável e completa, a dieta mediterrânea inclui ainda a ingestão diária de seis copos de água e um ou dois copos de vinho tinto. No entanto, não deverá beber o vinho tinto se estiver grávida ou se não puder ingerir bebidas alcoólicas.

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Escolha os alimentos e controle as calorias
Atenção às gorduras saturadas e ao colesterol
Dicas para uma Alimentação saudável
São horas do lanche


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>