A Importância de tomar o café da manhã

A Importância de tomar o café da manhã

Embora seja uma das mais importantes refeições do dia, muitas das vezes, acabamos por esquecer ou despachar o café da manhã, tomando apressadamente um café e um bolo a caminho do trabalho.

É exatamente para o ajudar, a si e à sua família, a reestruturar os seus hábitos alimentares, que dedicamos este artigo a explicar os benefícios de tomar o pequeno-almoço em casa. Leia as indicações que se seguem, pense no seu caso em particular e reflita sobre o que pode mudar para se “reeducar”, no sentido de adquirir hábitos alimentares mais saudáveis.

Convém não esquecer!

Não se devem fazer intervalos superiores a três horas e meia entre refeições e o período do jejum noturno não deve ir além das dez horas. Deste modo, o pequeno-almoço/café da manhã surge como uma das mais importantes refeições do dia.

Sair de casa sem tomar o pequeno-almoço acarreta uma série de inconvenientes para a nossa saúde e bem-estar, independentemente da idade que tenhamos. Sabe-se, no entanto, que o prejuízo é mais evidente quando se trata de crianças e adolescentes, dado que o organismo se encontra em fase de crescimento e maturação, sendo necessário um bom aporte nutricional. Não comer nada, ou comer «qualquer coisa» na pastelaria, é um fator que influencia muito o rendimento físico e intelectual (não só da manhã, como também do resto do dia).

As crianças que não tomam o café da manhã tendem a ser mais desatentas, cansam-se mais e é-lhes mais difícil fazer tarefas que exijam alguma concentração ou coordenação. Está ainda provado que o jejum prolongado aumenta a incidência de acidentes de trabalho e de viação – adultos impacientes nas filas de trânsito, que se descontrolam logo pela manhã, são muitas vezes o reflexo da falta de alimentos.

Há também que ter em conta o facto do pequeno-almoço nos permitir repor as reservas de hidratos de carbono gastas durante a noite. A sua ausência leva o organismo a recorrer às reservas nobres do corpo, consumindo a própria massa muscular. Por isso, é fundamental ter consciência de que não tomar o pequeno-almoço não faz emagrecer, porque emagrecer é perder gordura e não massa muscular.
Por outro lodo, o jejum matinal aumenta a fome para o almoço, o que leva à ingestão de uma refeição exagerada, contribuindo para o desequilíbrio da carga calórica. O almoço vai, assim, ultrapassar as quantidades apropriadas e, após a refeição, surge a sonolência e dificuldade em fazer qualquer atividade física ou intelectual, por o corpo estar a “processar’ uma digestão mais difícil e demorada.

O saltar de refeições pode ter ainda outro inconveniente, que é a ingestão dispersa de alimentos – o conhecido “depenicar” ao longo do dia. Estudos revelam que estas ingestões descoordenadas podem contribuir com 13 o 31% do valor calórico total diário, além de que, consoante o tipo de alimentos ingeridos, estes podem favorecer o consumo de gordura e açúcar (bolachas, biscoitos, rebuçados, batatas fritas, refrigerantes, etc.).

Adicionalmente, o facto de se “saltar” a primeira refeição do dia determina invariavelmente a insuficiência do consumo de leite e seus derivados. Como consequência, temos também uma alimentação pobre em proteínas, cálcio, fósforo e vitaminas – nutrientes essenciais para o bem-estar geral e manutenção da saúde em todas as idades.

Em suma, não tomar o pequeno-almoço implica:

  • Aumento dos riscos de acidentes de viação e de trabalho;
  • Danos no rendimento físico e intelectual, escolar ou laborai;
  • Má nutrição do organismo, dado o empobrecimento na ingestão de vitaminas e minerais;
  • Perda de músculo, o que pode contribuir indiretamente para a obesidade.

Tão importante como escolher o que comer, é saber transformar esta refeição num momento revigorante e prazeroso. Siga os nossos conselhos e verá como o dia lhe corre melhor!

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Selénio
Dicas saudáveis para intolerantes à lactose
Coma doces sem comprometer a dieta
Dieta ALCO


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>