A dieta dos 31 dias

dieta 31 dias

A obesidade é atualmente um dos problemas mais inquietantes em termos pessoais e sociais, com um crescimento significativo de há uns anos a esta parte. Há diversas respostas para a combater, algumas mais saudáveis do que outras; é, pois, fundamental certificar-se de que um programa de emagrecimento é equilibrado e saudável antes de o iniciar. Atualmente, em Portugal, a dieta dos 31 dias, criada pela nutricionista Ágata Roquette, é um dos programas mais populares e bem sucedidos.

Esta é uma dieta inovadora, que se adapta aos hábitos alimentares de todos os portugueses, garantindo resultados positivos e duradouros, com perdas de peso entre 3 a 5 kg nas mulheres e 5 a 8 kg, nos homens, ao fim dos 31 dias, desde que seguida corretamente.

Como funciona a dieta dos 31 dias?

Tal como a maioria das dietas, deve começar com uma consulta médica para avaliação da situação – poderá também seguir as indicações da nutricionista no livro da sua autoria, intitulado A dieta dos 31 dias.

Nesta primeira consulta/avaliação, a nutricionista explica-lhe quais os alimentos permitidos e quais os proibidos; deve, pois, esclarecer todas as dúvidas para conseguir realizar a dieta com sucesso.

Perante a lista de alimentos permitidos, deve combiná-los de forma adequada e cozinhá-los, seguindo várias dicas e conselhos descritos pela nutricionista.

A meio do percurso, ou seja pelo décimo quinto dia, deverá fazer um balanço do que já foi conseguido até então, uma vez que já deve sentir resultados visíveis no seu corpo e na sua mente.

É de salientar que pode comer pão diariamente e um dia por semana à sua escolha é o chamado “Dia da asneira”. Neste dia pode e deve comer o que lhe apetecer.

O processo continua semana após semana, até ao trigésimo primeiro dia, e é chegado o momento de uma nova consulta/avaliação. Nesta consulta deve avaliar não só o seu peso, mas também a sua autoestima, uma vez que deve sentir efetivamente melhorias.

É de realçar que ao longo deste mês foi adquirindo uma aprendizagem muito importante, uma vez que adquiriu hábitos alimentares mais saudáveis que promovem uma alimentação equilibrada, que irá contribuir para melhorar o seu bem-estar e autoestima, além de permitir ter o corpo com o peso que pretende.

Depois de conseguido o peso ideal, resta fazer a manutenção do que foi conseguido até então, seguindo algumas regras de ouro que são imprescindíveis para a manutenção da sua dieta.

No final dos trinta e um dias sobressai a ideia de que nesta dieta não passa fome nem se sente desmotivado, uma vez que come regularmente (embora em pequenas quantidades) e os resultados são visíveis em relativamente pouco tempo.

Além do livro de referência, a nutricionista lançou As 50 regras de ouro. Em conjunto, contêm resposta à maior parte das suas dúvidas, têm dicas e receitas inovadoras que o vão ajudar a combinar melhor e de forma mais variada os alimentos que são permitidos.

Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje! Leia bem as indicações contidas no livro A dieta dos 31 dias, siga os conselhos da nutricionista e sinta um acompanhamento diário e motivador que lhe permitirá atingir e manter o seu peso, preservando a saúde.

 A dieta dos 31 dias

TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE LER:

Tire o máximo proveito das verduras e legumes
Conheça os nutrientes: Sais Minerais - Fósforo
Mitos e Verdades sobre a diabetes
Genes que influenciam a tensão arterial


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>