Saúde da Tiróide: hipertiroidismo e hipotiroidismo

Engordar ou emagrecer de repente, sem fazer qualquer modificação no regime alimentar ou nas tarefas diárias, são indícios que algo não funciona bem com a tiróide. Ler ... »

Propriedades nutricionais dos tremoços

Se gostar de “petiscar”, os tremoços são uma boa opção. Ao fazê-lo, estará a reduzir o consumo de calorias ao mesmo tempo que aumenta a ingestão de fibras. Ler ... »

Propriedades nutritivas e medicinais da alface

As alfaces são boas aliadas numa dieta de emagrecimento, dado que contêm uma boa fonte de fibra laxante, que aumenta a sensação de saciedade. Ler ... »

Sabia que a maçã ajuda a reduzir a ingestão de calorias?

A fruta deve ser ingerida antes das refeições e não depois. Frutas consistentes, como a maçã, enviam rapidamente uma mensagem de saciedade para o cérebro. Ler ... »

Alimentação e Saúde: alimentos que diminuem o colesterol

Conseguimos controlar o colesterol e zelar pela nossa saúde, fazendo pequenas adaptações no nosso regime alimentar, de modo a ter uma dieta equilibrada e saudável. Ler ... »

 

Arquivos Diários: Abril 23, 2019

Importância da Fruta na alimentação

Importância da Fruta na alimentação

A fruta é muito importante na alimentação. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com a Pirâmide Alimentar, devemos comer diariamente entre três a cinco porções de fruta, dependendo das necessidades de cada pessoa.

“O importante é variar e não consumir exclusivamente um único tipo de fruta, apenas e só porque é mais ou menos calórico.” refere a Dra. Alexandra Bento (Presidente da Associação Portuguesa de Nutricionistas – APN)

“A fruta é um excelente aliado do verão, uma vez que, para além de todos os seus benefícios sobejamente conhecidos, é extremamente hidratante e pouco calórica, pois tem uma grande percentagem de água na sua composição e apesar de conter alguns açúcares, tais como frutose, glicose ou sacarose, estes estão sempre presentes em pequenas percentagens, assim como a gordura, o que faz com que na sua generalidade a fruta tenha valores muito reduzidos de calorias”, refere a Dra. Alexandra Bento.