Combater a obesidade e emagrecer com saúde

Combater a obesidade e emagrecer com saúde

Grande parte da população mundial tem atualmente problemas de peso, principalmente obesidade. Os obesos tendem a desenvolver doenças como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. Para evitar os males desencadeados pela obesidade, os obesos devem incluir no seu dia-a-dia novas rotinas e hábitos alimentares mais saudáveis.

O mundo atual trouxe, sem dúvida, muitas vantagens e conquistas inegáveis. No entanto, também deu origem a que se desenvolvessem e/ou acentuassem o sedentarismo e o stress, que são comummente considerados dois dos maiores males da sociedade. A isso aliam-se as novas tendências na alimentação, principalmente o fast food, que hoje em dia faz parte da vida da maioria das crianças e adultos. Este tipo de comida tem um alto teor de gorduras saturadas, refrigerantes cheios de açúcar, salgadinhos com uma quantidade enorme de sódio e muitos outros exemplos de nutrição inadequada que criaram uma geração de pessoas obesas. Este tipo de alimentação aumenta o acumular de gordura sob a pele e, com o tempo, pode tornar-se crónica, pois cada vez é mais difícil livrar-se do excesso de peso somente com ajustes no regime alimentar.

O primeiro passo para combater a obesidade e perder peso de forma saudável é, sem dúvida, ter muita força de vontade. Não adianta começar se não tiver a determinação necessária para o fazer. Para dar esse passo, terá de adotar um estilo de vida mais saudável, que inclui novos hábitos alimentares.

Mitos e Verdades sobre a diabetes

Mitos e Verdades sobre a diabetes

A diabetes é uma doença que pode ter efeitos muito adversos para o organismo. No entanto, nem tudo o que se diz acerca da diabetes é Verdade, sendo muitas vezes criados mitos com base em preocupações ou porque não se entende verdadeiramente a doença.

Vejamos, então, o que é Mito ou Verdade quando se fala sobre a diabetes.

MITO:
O açúcar provoca diabetes.
Errado!
Pensa-se que a diabetes tipo 1 seja causada por factores genéticos em combinação com factores ambientais desencadeadores da doença. A diabetes tipo 2 é provocada por uma combinação de factores genéticos e de estilo de vida. As pessoas com diabetes precisam mesmo de restringir os alimentos que são fontes importantes de açúcar, mas podem ingerir açúcar em quantidades moderadas.

Conheça os alimentos que diminuem o colesterol

alimentos que diminuem o colesterol

Se pensa no seu bem-estar e procura ter uma alimentação saudável, saiba quais são as melhores escolhas alimentares para controlar o colesterol.

Aveia:
A aveia é um bom alimento para diminuir os níveis a gordura no sangue, porque possui betaglucana, uma fibra solúvel que inibe a síntese do colesterol. Uma taça de aveia ao pequeno-almoço proporciona cerca de 1 a 2 gramas desse tipo de fibra, sendo a recomendação diária de fibras solúveis de 5 a 10 gramas.

Beringela e quiabo:
Estes vegetais, além de serem boas fontes de fibras solúveis, possuem um baixíssimo valor calórico e substâncias antioxidantes.

Conheça os nutrientes: Sais Minerais – Cálcio

alimentos ricos em cálcio

De todos os nutrientes, o cálcio é o mineral mais abundante no nosso organismo, sendo que 99% dele está presente nos dentes e ossos; estando o restante concentrado nos líquidos corporais e nos tecidos.

Para o bom funcionamento fisiológico, o cálcio presente no sangue e nos líquidos que envolvem as células deve ser mantido em baixa concentração. Quando a alimentação não dá a quantidade diária necessária de cálcio, o organismo encarrega-se de captar o cálcio existente nos ossos.

No entanto, esta reação defensiva do corpo revela-se perigosa e pode levar a graves acidentes, pois o esqueleto fica enfraquecido. Crianças e adolescentes que ingerem a quantia mínima de cálcio durante muito tempo podem mesmo impedir que a massa óssea atinja os níveis de referência.

Importância da Fruta na alimentação

Importância da Fruta na alimentação

A fruta é muito importante na alimentação. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com a Pirâmide Alimentar, devemos comer diariamente entre três a cinco porções de fruta, dependendo das necessidades de cada pessoa.

“O importante é variar e não consumir exclusivamente um único tipo de fruta, apenas e só porque é mais ou menos calórico.” refere a Dra. Alexandra Bento (Presidente da Associação Portuguesa de Nutricionistas – APN)

“A fruta é um excelente aliado do verão, uma vez que, para além de todos os seus benefícios sobejamente conhecidos, é extremamente hidratante e pouco calórica, pois tem uma grande percentagem de água na sua composição e apesar de conter alguns açúcares, tais como frutose, glicose ou sacarose, estes estão sempre presentes em pequenas percentagens, assim como a gordura, o que faz com que na sua generalidade a fruta tenha valores muito reduzidos de calorias”, refere a Dra. Alexandra Bento.